Toyota Corolla chinês ganha central multimídia gigante

Por Felipe Ribeiro | 23 de Maio de 2019 às 11h59
Motor1
Tudo sobre

Toyota

Saiba tudo sobre Toyota

Ver mais

O Brasil está na expectativa para o lançamento do novo Toyota Corolla, que deve chegar até o fim do ano, inclusive com uma versão híbrida. Em outros mercados, porém, suas mais diversas versões começam a aparecer e com mudanças significativas. Na China, por exemplo, o sedã mais vendido do planeta acaba de ganhar uma variante chamada de GAC-Toyota Levin. Esse modelo é feito por outra joint-venture da fabricante japonesa, mas que adota o visual norte-americano e tem uma exclusividade: a central multimídia é de 12,1 polegadas e fica posicionada na vertical, o que significou mudanças no painel do veículo.

Feito para lembrar carros como os da Tesla, o novo sistema multimídia troca a tela de 8 polegadas na horizontal por uma de 12,1 polegadas na vertical. O sistema conta com acesso à internet e tem layout diferente, lembrando um tablet. Para colocar uma tela desse tamanho, a Toyota teve de mexer no visual do painel, posicionando as saídas de ar também na vertical, em volta do display, além de mover o botão do pisca-alerta. Esse estilo é exclusivo da versão topo de linha Levin, enquanto as demais usam a central menor tradicional.

O Toyota Corolla na versão Levin será vendido com motor 1.2 turbo de 116 cv, além de uma variante híbrida que combina o motor 1.8 aspirado e um elétrico – conjunto que será usado no Corolla nacional, só que aqui preparado para aceitar também etanol (flex) e terá potência combinada de 122cv. Para fazer esse motor trabalhar, um novo câmbio CVT que simula 10 marchas está sendo preparado.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Imagem: Motor1

Por aqui, o Toyota Corolla já foi confirmado pela fabricante para o último trimestre de 2019 e será produzido em Indaiatuba (SP). Além da versão híbrida flex, ele contará com um a opção 2.0 atualizada com injeção direta, elevando a potência para cerca de 170cv, contra 154cv do atual.

Fonte: Motor1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.