Porsche apresenta o Taycan, seu primeiro carro 100% elétrico e com 760 cv

Por Sérgio Oliveira | 04 de Setembro de 2019 às 18h35
Porsche

A Porsche apresentou nesta quarta-feira (4) o primeiro carro 100% elétrico de sua história. Batizado de Taycan, o veículo é um superesportivo que vem com dois motores elétricos, que geram até 760 CV, e autonomia de até 450 quilômetros com uma única carga.

Ao todo, foram apresentadas duas versões distintas do Taycan: a Turbo e a Turbo S. A primeira delas, neste primeiro momento, é uma espécie de versão de entrada. Suas características incluem 680 cv de potência, 86,6 kgfm de torque e aceleração de 0 a 100 km/h em 3,2 segundos. Por ser mais "econômico", este modelo tem alcance de 450 quilômetros por carga. A edição Turbo S, por sua vez, possui 760 cv de potência e incríveis 107,1 kgfm de torque, o que torna o modelo altamente responsivo e capaz de atingir de 0 a 100 km/h em apenas 2,8 segundos. Por ser mais potente, esta variante tem autonomia de 412 quilômetros.

Em termos visuais, o Taycan não apresenta nada realmente revolucionário, parecendo bastante com o Panamera
Em termos visuais, o Taycan não apresenta nada realmente revolucionário, parecendo bastante com o Panamera (Imagem: Divulgação/Porsche)

Em comum, as duas versões do Taycan apresentadas pela Porsche têm tração integral, alcançam velocidade máxima de 260 km/h e vêm com duas baterias de íons de lítio instaladas sob o assoalho. Juntas, elas têm capacidade de 93,4 kWh e levam apenas 5 minutos para oferecerem 100 km de autonomia graças ao sistema de carregamento 800V — inédito em carros elétricos, diga-se de passagem. Numa tomada comum, a estimativa da montadora é de que o carregamento completo leve de seis a oito horas.

Ainda falando em desempenho, o Taycan contará com quatro modos de direção distintos (Eco, Sport, Sport Plus e Range) e um sistema de suspensão "emprestado" do Panamera, incluindo seu esquema de configuração pneumática de três câmaras e quatro níveis de rigidez. Ao ultrapassar a barreira dos 100 km/h, o sistema de gerenciamento eletrônico da suspensão rebaixa o carro automaticamente em 12 mm; se ele estiver com os modos Eco, Sport ou Sport Plus ativados, o rebaixamento é ainda maior: 20 mm.

Primeiro carro 100% elétrico da Porsche, Taycan tem até 760 cv de potência e atinge até 240 km/h
Primeiro carro 100% elétrico da Porsche, Taycan tem até 760 cv de potência e atinge até 240 km/h (Imagem: Divulgação/Porsche)

Ao que tudo indica, a proposta do Taycan é bater de frente com o Model S, da Tesla. Por isso, a Porsche apostou mais suas fichas em recursos tecnológicos do que em aspectos visuais para chamar a atenção do consumidor. Prova disso é que o veículo não apresenta nenhuma revolução em termos de design, seguindo as linhas adotadas pela fabricante com o Panamera. Por dentro, porém, a coisa muda de figura.

Ao todo, são três telas à disposição do motorista. O primeiro deles é painel de instrumentos, que tem impressionantes 16,8 polegadas, enquanto a central multimídia vem em um display de 10,9 polegadas. Abaixo, há um painel auxiliar onde o condutor poderá conferir o nível de bateria do Taycan, quantos quilômetros ainda pode rodar e outras informações desse tipo. Opcionalmente, o comprador poderá incluir uma quarta tela, esta voltada exclusivamente para o passageiro dianteiro.

É no interior que o Taycan se diferencia de outros modelos da Porsche: modelo conta com até quatro telas à disposição do motorista e passageiro
É no interior que o Taycan se diferencia de outros modelos da Porsche: modelo conta com até quatro telas à disposição do motorista e passageiro (Imagem: Divulgação/Porsche)

A Porsche confirmou que a pré-venda do Taycan no Brasil começará no primeiro semestre de 2020, com as primeiras entregas acontecendo a partir da segunda metade do ano. A montadora não revelou os preços que serão praticados por aqui, limitando-se a dizer que eles ficarão entre o que é cobrado pelo Cayenne e o Panamera — ou seja, R$ 423 mil e R$ 559 mil. Nos EUA, o Porsche Taycan Turbo custará US$ 150.900, enquanto o Taycan Turbo S sairá por US$ 185 mil.

Com informações: The Verge, Auto Esporte

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.