Polícia da Suíça vai usar carros elétricos da Tesla como viaturas

Por Ramon de Souza | 19 de Março de 2018 às 18h30
Tesla
Tudo sobre

Tesla

A polícia da cidade de Basileia, uma das maiores da Suíça, acaba de anunciar que irá substituir seus carros a diesel por modelos elétricos da Tesla, no intuito de reduzir custos e manter um ecossistema mais sustentável. O modelo escolhido para se tornar as próximas viaturas foi o Model X 100D, um SUV com 380 km de autonomia e capaz de atingir 100 km/h em apenas 5,2 segundos.

De acordo com o comunicado oficial, embora os carros da Tesla tenham um custo de aquisição bem mais alto do que veículos tradicionais, esse investimento é compensado pela manutenção mais barata e pelo uso de energia elétrica como “combustível” — sai muito mais barato recarregar a bateria de um automóvel elétrico do que encher seu tanque com derivados do petróleo.

Por fim, a polícia de Basileia comenta também que o Model X P100D possui muito espaço interno, o que o torna atraente para uso em campo, visto que as viaturas precisam transportar uma grande quantidade de equipamentos durante as operações. A dirigibilidade facilitada, tal como os recursos inteligentes que equipam o modelo de fábrica, também foram apontados pelo departamento como características atraentes.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Interior do Model X (Divulgação: Tesla)

Vale a pena lembrar que a Suíça não é o primeiro país a adotar carros da Tesla para uso policial. Nos Estados Unidos, as polícias de Denver e Los Angeles resolveram adquirir o sedã Model S, o mesmo escolhido pelas autoridades de Luxemburgo para patrulhas de rotina. A Scotland Yard, famoso quartel-general da polícia de Londres (Reino Unido), também está considerando usar os veículos da montadora.

Fonte: Interesting Engineering

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.