O Chefe iria gostar! McLaren Senna GTR já está esgotado

O Chefe iria gostar! McLaren Senna GTR já está esgotado

Por Felipe Ribeiro | 19 de Março de 2019 às 13h34
Divulgação

Quando você junta os nomes 'Senna' e 'McLaren' em uma única frase o que te vem à cabeça? Velocidade, claro! Apresentado no ano passado durante o Salão de Genebra, o McLaren Sennacriado em homenagem ao tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna, veio com o objetivo de ser o McLaren mais rápido já feito, o que obviamente foi conseguido. Um carro de rua com características de pista, capaz de entregar 800cv de potência e que ultrapassa os 290km/h com facilidade. Mas a montadora britânica parecia não estar satisfeita.

Também durante o evento na Suíça, foi apresentada a versão GTR do esportivo, que vem com algumas modificações e foi pensado, este sim, para as pistas, ao contrário do modelo original. O sucesso foi tamanho que a empresa anunciou que as 75 unidades previstas já estão todas vendidas. Cada uma custa a modesta quantia de 1 milhão de libras esterlinas (R$ 5 milhões no câmbio de hoje).

Ao gosto do Chefe

A maior mudança visual do superesportivo em relação ao conceito de rua é o aerofólio traseiro, que ficou maior e mais agressivo, aumentando a força aerodinâmica. Segundo a marca, o Senna GTR é "o carro com o desempenho aerodinâmico mais eficaz para condução em pista entre todos os produtos da McLaren".

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O downforce máximo do modelo supera os 1.000 kg, superando os 800 kg da versão de produção a 250 km/h. O GTR é mais baixo, largo e fino que o modelo de rua, além de 10 kg mais leve, com 1.188 kg no total, já que o sistema multimídia foi removido. Já o motor é um 4.0 V8 biturbo, o mesmo do modelo de rua, mas ajustado para render 25 cv extras de potência, chegando a 825 cv. O torque de 81,5 kgfm foi mantido. Aí você se pergunta: ele vai andar mais rápido? Vai, vai sim. Segundo testes, o McLaren Senna alcança 340km/h em pouco menos de 20 segundos. Um foguete.

Vale lembrar que existem dois compradores do McLaren Senna no Brasil. Ainda não há previsão de entrega destes e dos demais modelos encomendados.

Fonte: Motor1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.