Goodyear revela pneu conceitual que se regenera por inteligência artificial

Por Rafael Arbulu | 09 de Março de 2020 às 14h50
Wikimedia Commons

Imagine um pneu que se adapta automaticamente às condições de pista ou de tempo, ajustando a própria aderência caso o asfalto tenha camadas de gelo, água ou esteja excessivamente seco. Mais além: com esse mesmo pneu, o desgaste da borracha seria algo do passado, já que você mesmo poderia criar novas linhas de profundidade, sem precisar trocá-lo por um novo.

A Goodyear fez isso e apresentou esse conceito — batizando-o de “ReCharge”. A ideia de regenerar o pneu vem do desejo de eliminar a necessidade de troca quando um pneu começa a perder suas linhas de profundidade (popularmente conhecido como “ficar careca”). Pelo conceito apresentado pela empresa na última semana, o ReCharge conta com um composto biodegradável autoregenerativo, inspirado na seda de teias de aranha, que é inserido em um cápsula, a ser administrada pelo motorista quando o desgaste do pneu começar a ficar evidente. A grosso modo, você estaria criando novas linhas, para manter o pneu aderente à pista.

Mais além, o ReCharge conta com a aplicação de tecnologia de inteligência artificial (IA) para se ajustar automaticamente à necessidade do motorista. Efetivamente eliminando a necessidade de pneus extras de acordo com as condições de pista ou clima (algo raro no Brasil, mas bastante comum nos EUA, onde há porções de neve no país durante o inverno), o projeto da Goodyear tem a capacidade de corrigir sua composição, mantendo-se firme e estável em condições climáticas extremas (como camadas finas de gelo ou água cobrindo a pista, ou asfalto excessivamente quente, arenoso ou feito em cascalhos).

A revelação do pneu-conceito estava programada para o Salão do Automóvel em Genebra, possivelmente o maior evento do setor automobilístico do mundo. Entretanto, a ocasião acabou cancelada para a edição 2020 devido a preocupações com a epidemia do Covid-19, popularmente conhecido como “coronavírus”. Diante disso, a Goodyear optou por mostrar imagens de funcionamento do ReCharge em transmissão em vídeo.

A empresa não informou se o ReCharge está em produção ou se ainda é uma ideia conceitual, cuja aplicabilidade seria limitada pela tecnologia atual. Também não entrou no mérito de tempo de produção, sem sinalizar quando ou mesmo se o pneu estaria disponível no mercado. Isso, porém, não a impediu de chamar o projeto de “futuro da indústria”.

Fonte: CNET Roadshow

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.