China vai botar 5 mil caminhões autônomos para rodar sozinhos no país

China vai botar 5 mil caminhões autônomos para rodar sozinhos no país

Por Felipe Ribeiro | 04 de Fevereiro de 2021 às 09h33
Tusimple

Se ainda estamos longe de presenciar carros autônomos trafegando por aí com passageiros, ao menos o transporte de carga parece mais próximo — e com caminhões. A TuSimple, maior empresa da China no segmento de veículos autônomos pesados, obteve autorização das autoridades locais para colocar seus monstros automatizados na estrada. De acordo com a companhia, serão 5 mil caminhões operando em rotas específicas no país asiático.

Os testes aconteceram em um trajeto que ia de Pequim até o porto de Yanshan e sempre tinham, ao menos, um motorista dentro do veículo para eventuais emergências. Nenhum acidente grave foi registrado nos mais de 45 mil quilômetros de viagens, o que acelerou o processo para autorização do uso dos veículos. O transporte, inicialmente, é apenas de contêineres de fábricas locais, algo que deve ser modificado com o passar dos meses.

Agora, com tudo pronto, esses caminhões vão circular sem a presença de qualquer ser humano e farão paradas apenas para reabastecimento, algo que pode ajudar no escoamento da produção de diversos insumos na China. De acordo com a lei, um motorista só pode dirigir um caminhão por, no máximo, oito horas seguidas. Depois disso, ele precisa trocar com outro profissional.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: TuSimple

A TuSimple estima obter lucro líquido de US$ 300 milhões ao ano apenas com a receita paga por transportadoras que desejam seus serviços. A empresa, inclusive, deve registrar abertura de capital na Bolsa de Valores ainda este ano, com arrecadação que deve ficar entre US$ 3,5 bilhões e US$ 7 bilhões. 

Além disso, a operação em outros locais, como os Estados Unidos, também está em tramitação.

Fonte: UOL Tilt

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.