Carro autônomo da Alphabet já rodou quase 13 milhões de quilômetros

Por Carlos Dias Ferreira | 20 de Julho de 2018 às 20h00

A Alphabet anunciou que o Waymo já acumula oito milhões de milhas rodadas em vias públicas dos EUA (aproximadamente 12,9 milhões de quilômetros). Em média, o veículo autônomo desenvolvido pela empresa-mãe da Google rodou 40,3 mil quilômetros por dia — o que confere vantagem considerável ao projeto em relação a propostas semelhantes.

O anúncio foi dado pelo CEO da Alphabet, John Krafcik, durante evento realizado em Santa Fé (Novo México, EUA), e denota uma intensificação recente nas operações do sistema. Em novembro do ano passado, a empresa anunciou que o Waymo havia rodado quatro milhões de milhas — valor que, portanto, foi dobrado em apenas oito meses.

Além da já larga experiência acumulada em vias físicas, a IA (inteligência artificial) dos veículos autônomos também conta com experiência de mais de 8 bilhões de quilômetros rodados em simulação. Nesses ambientes controlados, a Alphabet conta com a vantagem de poder expor seu software a condições extremas encontradas apenas raramente em situações reais de trânsito.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Expansão em vista

A frota atual de 600 Chrysler Pacifica sob o comando da Waymo deve ganhar reforço em breve. Além de ter fechado uma compra de 62 mil veículos novos com a Fiat Chrisler, a Alphabet ainda anunciou que colocará 20 mil novos Jaguar I-Pace elétricos para rodar em breve — com os três primeiros postos para rodar já na semana passada.

Frota de veículos autônomos Waymo deve ganhar 62 mil Fiat Chrysler Pacifica e 20 mil Jaguar I-Pace em breve. (Foto: reprodução/Alphabet).

A companhia espera iniciar uma fase de testes com passageiros até o final de 2018, como parte do programa Early Rider. Atualmente, 400 residentes da cidade de Chandler, no Arizona (EUA), mantêm seus nomes em cadastro para experimentar em primeira mão o serviço.

“Vai demorar mais do que vocês imaginam”

Entretanto, uma versão plenamente funcional do Waymo ainda deve demorar algum tempo para aparecer — ou “mais do que vocês imaginam”, conforme disse Krafcik durante o referido evento.

“Não há absolutamente nenhum sistema [integralmente] autônomo hoje disponível, não nas ruas”, emendou o executivo. “Tudo o que se pode comprar no mercado atualmente são sistemas de direção assistida, o que significa que o motorista é completamente responsável pelo carro; eu acho que ainda há muita confusão em relação a isso”, ele conclui.

O Waymo teve seu início como um dos vários projetos ambiciosos da Google em 2009, antes da reestruturação que colocou a companhia sob o controle da Alphabet. A primeira viagem com passageiro do veículo autônomo ocorreu em 2015, em Austin (Texas, EUA).

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.