China pretende construir ônibus-túnel para reduzir trânsito nas ruas

Por Conexão China | 05 de Novembro de 2014 às 17h08

O futuro da mobilidade urbana talvez não esteja nos carros, nos ônibus ou nos trens que conhecemos hoje, mas sim na reinvenção dos meios de transporte, de forma que todos possam coexistir em sintonia. Algo como um ônibus-túnel, por exemplo. Essa foi a ideia da TBS China, empresa de transporte local. Eles desenvolveram um veículo em forma de arco que iria andar no “segundo andar” das vias urbanas: o Land Air Bus.

Imagine o espaço urbano atual: carros, ônibus, motos, bicicletas e pedestres disputam por espaço nas vias das grandes metrópoles. Mas ao invés de disputarem o mesmo lugar, esses meios de transportes deveriam aprender a circular sem um atrapalhar a locomoção do outro. Por isso veio a ideia de criar uma máquina que funcionaria como um túnel móvel e alternativa para escapar da "guerra" no trânsito.

Na parte de baixo, as laterais do veículo andam sob trilhos no asfalto. O meio é aberto para que carros passem por baixo sem a necessidade de estacionar quando o ônibus-túnel faz uma parada. Na parte de cima, o ônibus lembra bastante um vagão de metrô. Existem lugares para as pessoas sentarem ou para ficarem em pé. Além disso, o protótipo é articulado para poder fazer curvas, decidas e subidas.

O veículo tem quatro vagões e espaço aproximado para 1.200 passageiros, e o ponto de embarque e desembarque é em uma plataforma que se parece com uma passarela. Para cegar até esse local, o usuário passa por um elevador que o leva para fora e dentro do ônibus. Tudo funciona como se fosse um metrô, só que suspenso nas ruas, no meio do tráfego.

A ideia do ônibus-túnel foi anunciada há três anos e, atualmente, a implementação desse meio de transporte está sendo discutido na China. Ele visa reduzir até 30% do trânsito e também será sustentável: além da energia que ele receberia de um terceiro trilho, será possível implantar painéis solares no teto do ônibus.

Assista ao vídeo abaixo para saber mais sobre o projeto:

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.