Banco Inter é a primeira fintech a abrir capital na bolsa de valores brasileira

Por Natalie Rosa | 02 de Maio de 2018 às 13h19
Caue Diniz

O Banco Inter, fundado pelos mesmos donos da construtura MRV, anunciou na última segunda-feira (30) a sua estreia na bolsa brasileira após levantar R$ 721,9 milhões em sua oferta inicial de ações, também conhecida como IPO. A conquista transforma a instituição na primeira fintech com capital aberto na bolsa do país.

Segundo João Vitor Menin, presidente do Banco Inter, a escolha pela bolsa brasileira aconteceu porque a empresa foi criada no Brasil e feita por brasileiros. A resposta foi concedida após a instituição ser questionada sobre a abertura de capital em bolsa estrangeira, como nos Estados Unidos, onde a presença de empresas tecnológicas é vasta.

Em cerimônia na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), Menin diz que a estreia "vai ajudar o setor bancário brasileiro e deverá atrair outras startups do setor financeiro a abrirem capital". No fim de janeiro, o banco já contava com mais de 435 mil correntistas após encerrar o ano com patrimônio líquido de R$ 390,6 milhões.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Há um ano, entrevistamos Menin para um debate sobre as contas digitais gratuitas:

Fonte: PEGN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.