App de investimentos Robinhood vai de promissor a decepção no começo de IPO

App de investimentos Robinhood vai de promissor a decepção no começo de IPO

Por Roseli Andrion | Editado por Claudio Yuge | 30 de Julho de 2021 às 22h00
Robinhood

Depois de começar a venda de ações a US$ 38 cada em sua oferta inicial pública (IPO, na sigla em inglês), o app de investimento Robinhood viu o preço dos títulos cair 8,4% durante a sessão. Já no início do processo, os papéis estavam com o preço mínimo determinado para a operação. A plataforma era tido como uma das mais promissoras no mercado de valores norte-americano antes de sua chegada à Bolsa, avaliada em torno de US$ 30 bilhões, mas, com os resultados de seus primeiros dias no segmento, passou de aposta promissora a decepção — pelo menos por enquanto.

A empresa teve um 2021 difícil. Quando o preço dos títulos da rede varejista de entretenimento digital Gamestop passou por flutuações, a plataforma parecia ter boas perspectivas — já que promete tornar o mercado de ações mais acessível ao público. Só que depois, a Robinhood passou a interferir nos portfólios dos clientes.

Imagem: Reprodução/Envato/twenty20photos

Com isso, limitou a capacidade deles de comprar ou vender alguns papéis. Além disso, passou a vender os ativos dos usuários, o que levou a solicitações de investigações federais — entre os demandantes estão perfis distintos e opostos como a deputada Alexandria Ocasio-Cortez, Elon Musk e o senador Ted Cruz.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A partir daí, a avaliação do app caiu e a plataforma passou a sofrer travamentos em momentos de atividade intensa — especialmente quando os clientes precisavam ter acesso a seus portfólios. Mais recentemente, a companhia teve de pagar uma multa de quase US$ 70 milhões (R$ 363,3 milhões) por ter um desempenho muito ruim em sua área de atuação — talvez, então, não seja um grande choque que os investidores não estivessem tão empolgados com o IPO da empresa.

Fonte: Futurism

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.