Uber suspende motorista que fazia transmissão ao vivo de passageiros no Twitch

Por Natalie Rosa | 23 de Julho de 2018 às 11h35
Reprodução
Tudo sobre

Uber

A Uber suspendeu um motorista de sua plataforma após descobrir que ele, secretamente, fazia transmissões ao vivo das corridas sem que seus passageiros soubessem.

As viagens de Jason Gargac, morador da cidade de St. Louis, nos Estados Unidos, eram transmitidas pelo Twitch. Além de deixar os vídeos em seu canal público na plataforma, o motorista ainda comentava sobre eles no seu perfil do Twitter.

Após a repercussão da notícia, o Twitter de Gargac está privado e o Twitch removeu todos os vídeos do usuário. Já a Uber afirmou que o comportamento do motorista é problemático e que, enquanto a sua colaboração na Uber é avaliada, o seu acesso ao aplicativo está suspenso.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Gargac também fazia corridas para o Lyft, que também suspendeu o seu acesso.

Antes de o Twitch retirar os vídeos do ar, o motorista contava com 4.500 seguidores e cerca de 100 assinantes, que pagavam US$ 5 mensais para assistirem à programação duvidosa.

Foram mais de 700 corridas transmitidas ao vivo, incluindo a participação de crianças, estudantes de universidades e até figuras públicas, como Jerry Cantrell, apresentador de uma TV local. Também eram citados os nomes dos passageiros e, algumas vezes, até suas residências.

Segundo o motorista, o seu objetivo com as gravações era capturar as interações naturais entre ele e os passageiros.

Nas avaliações dos vídeos, foi notado que raramente os passageiros percebiam a câmera e que quando isso acontecia, Gargac dizia que estava gravando por questões de segurança.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.