Obra de arte criada por inteligência artificial será leiloada pela primeira vez

Obra de arte criada por inteligência artificial será leiloada pela primeira vez

Por Jessica Pinheiro | 27 de Agosto de 2018 às 09h47
Obvious

A Christie’s, uma casa de leilões britânica fundada em 1766 por James Christie, pela primeira vez em sua história irá leiloar uma peça criada por uma inteligência artificial. As sessões do leilão da obra acontecerão entre 23 a 25 de outubro.

O projeto foi encabeçado pelo grupo francês de arte coletiva Obvious. A peça que será leiloada é intitulada Portrait of Edmond de Belamy e faz parte de uma série de pinturas da família fictícia Belamy, criada usando um algoritmo de duas partes.

No total, existem 11 peças dessa família, mas apenas esta obra em específico será leiloada. A criação de uma linhagem de nobres por parte da inteligência artificial corrobora com o slogan da Obvious: “Criatividade não é apenas para humanos”. De acordo com o site da Christie’s, o algoritmo do sistema funciona da seguinte maneira:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

“De um lado está o Generator (Gerador), do outro o Discriminator (Discriminador). Nós alimentamos o sistema com um conjunto de dados sobre 15.000 retratos pintados entre os séculos XIV e XX. O Gerador cria uma nova imagem com base nesses dados e, em seguida, o Discriminador tenta identificar a diferença entre uma imagem criada pelo homem e outra criada pelo Gerador. O objetivo é [tentar] enganar o Discriminador para que ele pense que as novas imagens são retratos da vida real. Então temos um resultado”.

La Comtesse de Bellamy também foi criada pelo algoritmo. (Imagem: Obvious)

A estimativa é que a peça seja vendida por um valor entre US$ 7 e US$ 10 mil. O Obvious ainda acrescenta que os lucros serão revertidos para o algoritmo, que será aprimorado no futuro.

O grupo artístico está chamando atenção com sua inovação envolvendo IA na história da arte. Em fevereiro, por exemplo, o famoso colecionador Nicolas Laugero-Lasserre comprou uma das peças da família Belamy da Obvious. Agora, a prestigiada Christie’s irá leiloar uma de suas obras — certamente um marco para a arte contemporânea.

Fonte: Fast Company, Time

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.