WhatsApp prepara novidade para mensagens autodestrutivas em grupos

WhatsApp prepara novidade para mensagens autodestrutivas em grupos

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 13 de Abril de 2021 às 10h05
Diego Cervo/Unsplash

No final do ano passado, o WhatsApp habilitou uma função que permite ao administrador do grupo enviar mensagens que se autodestroem em 7 dias. No começo do mês, a plataforma começou a trabalhar para reduzir o tempo para apenas 24 horas. A partir de hoje, a versão de testes do aplicativo de bate-papo começou a expandir das mensagens temporárias para todos os usuários do grupo, desde que autorizado pelo admin.

De acordo com o site WABetaInfo, as mensagens autodestrutivas somem automaticamente do histórico depois de um tempo da postagem. Este recurso pode ser útil para promover ofertas ou conteúdos com acesso limitado, por exemplo.

(Imagem: Reprodução/WABetaInfo)

Ainda não está claro se a funcionalidade chegará com o prazo de sete dias (atualmente disponível na versão estável) ou de 24 horas (em teste) — ou ambos —, mas é certo que as mensagens que desaparecem estão disponíveis para bate-papos privados e em grupo, neste caso somente se habilitado pelo gestor nas configurações. Como descrito na imagem, a opção “Editar informações do grupo” foi reformulada para acrescentar essa mudança recente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O texto ou a mídia enviada não poderá ser exportado para outros aplicativos, mas nada impede que o usuário tire print da tela ou copie o conteúdo antes da autodestruição. Ele também pode ficar exposto em uma notificação no celular ou ser mostrado caso alguém envie uma resposta direta a ele, mesmo depois de passado o período de uma semana. É importante saber disso para não se surpreender caso a publicação “vaze” do grupo ou seja compartilhada em outros locais.

(Imagem: Divulgação/WhatsApp)

Recurso similar ao do Telegram

Embora seja bem-vindo, o lançamento não é exatamente uma novidade: no dia 1º de novembro, o site oficial do mensageiro foi atualizado e ganhou menções ao recurso em sua página de suporte (FAQ). A função introduzida pelo app já estava presente no concorrente Telegram há algum tempo, o que pode ter sido a principal razão pela qual os desenvolvedores o trouxeram para o WhatsApp.

No começo desta semana, o aplicativo de chat passou a permitir a gestão do catálogo de produtos de contas comerciais na versão web. Antes, só era possível fazer isso na versão para celulares do mensageiro.

Por enquanto, a novidade só está presente na versão beta 2.21.8.7, mas usuários de versões anteriores também poderão usar o recurso de forma gradual. Caso ainda não esteja disponível no seu WhatsApp, atualize para a versão mais recente e aguarde um pouco.

O que achou desta novidade? Terá utilidade para os grupos ou será mais função sem utilidade prática? Comente e dê a sua opinião.

Fonte: WABetaInfo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.