VPN da Opera é oficialmente desligada; confira serviços alternativos

Por Ramon de Souza | 30 de Abril de 2018 às 17h35
photo_camera Opera
TUDO SOBRE

Opera

Como avisado alguns dias atrás, o serviço de VPN (virtual private network ou rede virtual privada) da Opera acaba de ser oficialmente fechado nesta segunda-feira (30). O aplicativo, que permitia aos usuários mascarar seu endereço IP, parou de funcionar no Android e no iOS; apenas a versão para desktops continua ativa.

Ao site Android Police, a Opera explicou que sua VPN móvel era desenvolvida pela SurfEasy, empresa que foi comprada pela Symantec em junho de 2017 — o que ocasionou o rompimento das companhias.

Criada em 2011 e adquirida pela Opera em 2015, a SurfEasy possui seu próprio serviço de VPN, mas ele é pago, custando US$ 4,99 por mês (cerca de R$ 17). Para compensar a morte repentina do Opera VPN, todo e qualquer usuário órfão do aplicativo poderá contratar a plataforma da SurfEasy por apenas US$ 0,99 mensais (R$ 3,50). Já quem era assinante do Opera Gold poderá assinar o serviço concorrente de graça.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É importante lembrar que é preciso ter cautela ao escolher um serviço de VPN gratuito — há uma polêmica no universo da cibersegurança a respeito desse modelo de negócio, visto que algumas pessoas afirmam que, no caso de serviços oferecidos de graça, a empresa por trás do software pode estar lucrando com a venda de suas informações. Sendo assim, sempre prefira optar por uma plataforma que cobre uma pequena mensalidade, pois a garantia de que seus dados estarão em segurança é maior.

Fonte: Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.