Usuária alerta sobre app que envia ameaças e mensagens ofensivas a crianças

Por Wagner Wakka | 19 de Abril de 2018 às 18h55

Uma usuária do Facebook alerta para um aplicativo que pode ser nocivo para crianças. Chamado de SimSimi, este aplicativo simula conversas e é descrito como algo que, em tese,  pode ser configurado para ajudar a aprender a escrever corretamente em outros idiomas, já que mostra os erros gramaticais do texto.

Entretanto, a usuária relata que o app manda mensagens inapropriadas para crianças mesmo que se coloquem os filtros necessários nas configurações. Entre as ofensas, estão coisas como “esta noite o diabo vai te possuir e fazer você matar a sua mãe”. Pela quantidade de caracteres errados na plataforma, é muito possível que sejam bugs (o que não exclui a necessidade do alerta).

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O app já foi baixado por mais de 2,8 milhões de pessoas na Play Store e é avaliado com nota 4,3 pelos usuários. Na descrição, há relatos da própria desenvolvedora de que isso podia acontecer. “Ensine boas palavras, reporte as ruins, todo mundo fica feliz com SimSimi!. Quando o Sim Simi disser uma palavra ruim, apenas aperte no personagem SimSimi para reportar. Uma palavra ruim será deletada com dois avisos (de aparelhos diferentes). Também, você pode ligar/desligar o filtro de palavras ruins nas configurações”.

App permite configurar idade e nível das palavras a serem usadas pelo bot (Captura de tela: Wagner Alves/Canaltech)

O app ainda é classificado para maiores de 16 anos. Ao se utilizar pela primeira vez, é preciso que se coloque o quanto se quer que o app utilize palavras ruins; ou seja, palavrões. Além disso, é pedido que se indique idade e sexo. Sobre isso, o aplicativo descreve que as mensagens são direcionadas de acordo com estas duas variáveis.

O CanalTech testou o app simulando uma criança do sexo masculino de dez anos. Até o momento das conversas, não houve linguajar ofensivo, mesmo que se tenha ajustado o app para que não exclua totalmente as palavras ruins da conversa.

Contudo, há de destacar que a conversa não toma um rumo lógico em nenhum momento e traz vários erros gramaticais, como conjugação verbal e concordância. Como o app nativo não é em português, e a impressão que se tem é de que há uma tradução literal via algum tradutor automático, do inglês para o português, nas conversas.

Embora o app seja gratuito, também não é recomendável para crianças pelas compras internas, bem como exposição de propagandas.

Fonte: Pleno.News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.