Uso de VPNs cresce 54% no mundo e Brasil é o 5º país que mais baixa esses apps

Por Claudio Yuge | 22 de Novembro de 2019 às 23h00
pixabay

Mais de 480 milhões de pessoas baixaram apps de redes privadas (VPN) para dispositivos móveis em todo o mundo nos últimos 12 meses. Isso representa uma alta de 54% em relação ao período anterior. Os dados são da Top10VPN, que registrou 23,5 milhões de downloads no período e um crescimento de 76% no Brasil, o quinto colocado no ranking dos países que mais buscam esses utilitários.

O levantamento, realizado entre outubro de 2018 até o deste ano, leva em consideração os softwares obtidos junto à Play Store e à App Store — em ambas as plataformas o crescimento foi superior a 50% em duas temporadas consecutivas. Esse é o maior registro de uso das VPNs até hoje. As maiores razões para isso estar acontecendo, segundo o relatório, é o aumento de regimes governamentais autoritários e uma maior consciência sobre o valor dos dados de navegação.

A maioria dos downloads foram realizados a partir de dispositivos Android (75%), com 358,3 milhões, enquanto no iOS (25%) eles foram baixados 121,9 milhões de vezes. Os maiores mercados são Indonesia (75,5 milhões), Estados Unidos (74,6 milhões), Índia (57 milhões), Emirados Árabes Unidos (30,6 milhões) e Brasil (23,5 milhões). A China, que possui grandes restrições e deve ter um alto consumo de VPN, não está nessa pesquisa, pois esses aplicativos sumiram da App Store por lá em 2017, e os serviços do Google, como a Play Store, não sofrem grande censura no país.

(Imagem: Reprodução/Top10VPN)

Outro dado interessante é o crescimento muito rápido dos downloads em certos países. Na Índia esse crescimento foi mais de 405% na comparação ano a ano. Na Jordânia foi de 387%, enquanto no Cazaquistão foi de 210%, na Algéria foi de 205%, e no Vietnã foi de 140% — note que nesses governos há certas restrições de uso na web nacional.

Quais são os mais populares?

Apps de VPN permitem acessar a internet de outros países e esconder os rastros de identificação dos dispositivos, por meio de uso de servidores privados. Além de burlar a censura dos governos, muita gente usa para conferir versões locais de sites e para acessar serviços internacionais — é comum, por exemplo, o uso de uma Netflix de outro país para acessar um catálogo distinto.

Os mais utilizados são, claro, os gratuitos, que foram os mais baixados desde outubro de 2018. Eles representaram 84% dos downloads. Os mais populares são o TurboVPN (baixado mais de 51,3 milhões de vezes), Hotspot Shield (42,8 milhões), Betternet (29,9 milhões), Psiphon (25,8 milhões) e SuperVPN (16,7 milhões). O utilitário pago mais requisitado foi o NordVPN (15,5 milhões). Todos têm versões para iOS e Android.

(Imagem: Reprodução/Top10VPN)

Bem, como há uma crescente tendência de países criarem suas próprias versões da internet, é possível que os apps de VPN continuem em alta nos próximos anos.

Fonte: Top10VPN  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.