Uber lançará serviço de helicóptero em julho, mas com apenas uma rota

Por Felipe Ribeiro | 06 de Junho de 2019 às 12h23
Uber
Tudo sobre

Uber

Saiba tudo sobre Uber

Ver mais

A Uber anunciou que está iniciando seu prometido serviço de compartilhamento de viagens aéreas com o Uber Copter, que será lançado em 9 de julho em Nova Iorque. O projeto inicial previa que o serviço seria feito com um carro voador usando aeronaves de decolagem e aterrissagem verticais elétricas (eVTOL) autônomas, mas, claro, com o uso de helicópteros, a ideia pode, finalmente, sair do papel.

A má notícia é que dificilmente alguém poderá usar o serviço. O The New York Times informa que a Uber oferecerá apenas uma única rota: entre um heliporto de Manhattan e o aeroporto JFK. O novo serviço, reservado através do aplicativo do Uber, levará passageiros entre Lower Manhattan e o aeroporto em um voo de oito minutos. "Esta é uma viagem que muitas pessoas fazem e nós vemos uma oportunidade para economizar uma enorme quantidade de tempo", disse Eric Allison, o chefe da Uber Elevate, braço da companhia que cuidará desse produto.

Em Manhattan, os helicópteros partem e aterrissam em um heliporto perto da balsa de Staten Island, enquanto no JFK eles o fazem em um heliponto perto do Terminal 8. A dinâmica é simples: os passageiros serão apanhados ou deixados de carro em Manhattan ou no JFK, recebidos pelo helicóptero e levados diretamente para o terminal ou para a cidade.

Imagem: Divulgação/ Uber

Quanto aos carros da Uber, os preços serão dinâmicos, dependendo da demanda, mas a empresa diz que a corrida provavelmente custará US$ 200-225 (R$ 700 a R$ 868) por pessoa. Como nos serviços de transporte de helicóptero existentes, o usuário estará limitado a bagagem de mão. A rota única e o alto custo já limitam o Uber Copter a poucos privilegiados, mas a empresa está restringindo ainda mais o acesso.

O Uber Copter estará disponível apenas para usuários que sejam membros Platinum e Diamond — os dois primeiros níveis — do programa de fidelidade da empresa, o Uber Rewards. Apesar disso, Steve Wooster, diretor de serviços e operações aéreas da rede de viagens de luxo Virtuoso disse que os preços estão dentro do padrão. "Na hora do rush, um carro Uber Black pode custar até US$ 200 até o JFK, então esses helicópteros têm preços competitivos", disse ele. "Eles provavelmente serão populares entre executivos e viajantes super-ricos", completou Wooster.

Fonte: 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.