Tinder começa a permitir que usuários indiquem orientação sexual em seus perfis

Por Wagner Wakka | 04 de Junho de 2019 às 17h18
Tudo sobre

Tinder

Saiba tudo sobre Tinder

Ver mais

O Tinder é conhecido como o principal app de paquera, com maior número de usuários, mas não tão inclusivo como tinha potencial para ser. Um dos problemas era exatamente se identificar fora do espectro binário e cisgênero. A plataforma contudo mudou isso, com nove opções de orientação sexual.

Assim, é possível indicar se o usuário é heterossexual, gay, lésbica, bissexual, demissexual, pansexual, queer ou está questionando a sua própria sexualidade. Também, é possível agora selecionar quais orientações devem aparecer em sua lista para matchs ou não.

No app, alguns usuários serão convidados a apontar a sua orientação sexual, sendo informados da mudança por pop up. Para outros, haverá a necessidade de entrar nas configurações de modificar a orientação para restringir a busca. No caso de novos usuários, esta informação será básica como as demais.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Indicações de orientação sexual para seu perfil e buscas (Foto: Divulgação/Tinder)

Até o momento o Tinder informou que a mecânica deve ser lançada em caráter de testes em apenas alguns mercados como Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda, Índia, Austrália e Nova Zelândia.

O Tinder ainda não coloca uma função para identificação de pronomes. Contudo, já é comum na plataforma que as pessoas coloquem como preferem ser tratadas.

Fonte: Tinder

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.