Slack | Novas políticas permitem que chefes leiam as DMs dos funcionários

Por Natalie Rosa | 22 de Março de 2018 às 12h08
Merita
Tudo sobre

Slack

O Slack, plataforma de comunicação empresarial, atualizou nesta semana suas políticas de privacidade. E, numa mudança controversa, agora a ferramenta permite que administradores de canais vejam as mensagens diretas trocadas entre funcionários, sem que as partes sejam notificadas, além de exportar todos os dados compartilhados no serviço.

A determinação das novas políticas cumprem as regras do GDPR, órgão de regulação de proteção de dados europeu. Clientes dos planos Plus e Enterprise Grid terão acesso a uma ferramenta responsável pela exportação de dados públicos e privados, recurso que já funcionava anteriormente, mas que notificava os usuários sobre a ação.

Mas, mesmo se a empresa usa um plano comum ou o gratuito, os administradores ainda podem pedir ao Slack acesso à ferramenta de exportação. Para isso, entretanto, é preciso ter um processo legal válido, o consentimento dos membros da equipe ou ainda um requerimento dentro da Lei.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo nota do Slack, as novas medidas começarão a valer a partir do dia 25 de maio. A nova política de privacidade pode ser conferida no site oficial da plataforma.

Fonte: The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.