Ohlala: o Uber das garotas de programa

Por Redação | 13 de Agosto de 2015 às 08h23

No início desta semana, foi lançado em Berlim, Alemanha, um aplicativo com uma proposta "inovadora": marcar encontros pagos. É simples assim. Uma pessoa que receber e a outra quer pagar por um encontro na vida real, então o app Ohlala entra em ação para conectar essas pessoas. Podemos dizer que é uma espécie de Uber para acompanhantes remuneradas.

"Ele [Ohlala] resolve problemas desse mercado que sites de namoro e a maioria dos sites de acompanhantes não resolvem. Nós correspondemos às expectativas", explica Pia Poppenreiter, uma das criadoras do aplicativo. Ela diz que seu app resolve três problemas: as reservas on demand, privacidade (não existem perfis públicos) e a segurança para ambas as partes. “O que quer que essas duas pessoas queiram fazer – pode ser apenas dividir a companhia num jantar ou acabar na cama juntos – é um assunto particular e precisa ser resolvido num chat antes do encontro”, completa Pia.

Ohlala

Essa não é a primeira vez que a empreendedora de apenas 28 anos se aventura nesse mercado. No ano passado, ela lançou o Peppr, um aplicativo que conectava clientes a profissionais do sexo. Após grande publicidade, principalmente na Alemanha, o Peppr começou a enfrentar problemas em sua mecânica e Pia decidiu encerrar o serviço e voltar à estaca zero.

O Ohlala funciona da seguinte forma: o cliente diz o que está procurando, quanto está disposto a pagar, a duração desejada para o encontro, local, suas preferências pessoais e envia os dados para as moças do aplicativo. Se alguma mulher se interessar pela proposta, ela responde ao pedido de reserva e, em seguida, um chat privado será aberto para que os dois possam conversar melhor (alô, Tinder).

Ohlala

Um dos diferenciais é que somente se a mulher concordar explicitamente o seu perfil será revelado para o cliente. Além disso, o Ohlala avalia a veracidade de cada perfil individualmente por meio de um telefonema, para ter certeza que as "pessoas certas" estão participando dos encontros.

Por enquanto, o aplicativo está disponível apenas em Berlim, mas Pia e seus sócios planejam lançar uma versão em inglês em breve.

Via TechCruch

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.