Navegador Vivaldi ganha versão para Android com funções similares ao Opera

Por Rafael Arbulu | 11 de Setembro de 2019 às 10h10
(Imagem: Divulgação/Vivaldi)

Depois de três anos atuando exclusivamente em desktops, o Vivaldi chegou ao Android em versão beta disponibilizada nesta semana. O browser traz consigo uma série de funções que o aproximam bastante do Opera — talvez de forma pouco surpreendente, haja vista que ambos foram desenvolvidos pela mesma equipe.

Uma das primeiras coisas a serem reconhecidas é a navegação pelo recurso Speed Dial, presente no Vivaldi para desktops e no Opera. Ele nada mais é do que uma forma engenhosa de acessar suas páginas mais costumeiras ou, caso você personalize a seção, seus sites favoritos. Você pode determinar quais sites serão exibidos ou então o navegador tratará de reunir as páginas que você visita com maior frequência.

(Captura de Imagem: Rafael Atbulu)
(Captura de Imagem: Rafael Atbulu)

A navegação em si é bastante similar à versão desktop, com exceção de uma barra na base da tela, onde ficam os atalhos para sua pasta de sites favoritos, histórico de navegação e de downloads, além de um recurso de tomada de notas. Uma coisa que o Vivaldi traz que outros não têm é um botão de “Avançar”: é comum você voltar para uma página previamente visitada, mas se precisar avançá-la novamente no Chrome, por exemplo, deverá digitar o endereço ou clicar no link mais uma vez. Não é o caso aqui: com o Vivaldi, o botão dedicado faz essa função. É bobinho, mas não deixa de ser intuitivo.

Quando você abre as abas para ver o que está em execução, percebe que os botões do navegador se baseiam em contexto, alterando suas funções dependendo do que você estiver acessando. Há também uma área que resguarda as senhas gravadas de formulários que você preenche, como logins em redes sociais e credenciais de acesso a sistemas.

O maior destaque, porém, é a função de tirar “prints” de páginas inteiras pelo smartphone, permitindo até mesmo a rolagem de tela durante a captura mesmo que seu smartphone não tenha esse tipo de suporte. Ademais, outros recursos incluem a “clonagem” de abas abertas (algo presente apenas na versão desktop do Chrome) e criptografia de ponta a ponta, que o time por trás do Vivaldi assegura ser ainda mais poderosa que a da Google.

O Vivaldi para Android já está disponível para download na Play Store e tem até uma versão em português do Brasil.

Fonte: Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.