MOVO recebe US$ 22,5 milhões em investimentos e deve chegar ao Brasil

Por Felipe Ribeiro | 23 de Abril de 2019 às 09h34
MOVO

Uma das startups de micromobilidade mais conhecidas do mundo está aumentando seu share de mercado e mira novas praças de atuação em breve. A MOVO, que já opera com seus patinetes e bicicletas elétricas no México, Chile, Colômbia e Peru, anunciou a entrada da companhia de seguros Mutua Madrileña e do fundo de capital Seaya Ventures entre seus acionistas.

Com essa operação, os novos investidores juntam-se à empresa de mobilidade espanhola Cabify como principais acionistas e passam a integrar o Conselho de Administração. O aporte feito chega aos US$ 22,5 milhões e será usado para consolidar negócios, acelerar expansão para outros 10 países — incluindo o Brasil — e aumentar a frota de mobilidade compartilhada até o final de 2019.

A MOVO se notabilizou no mercado por ter trabalhado desde o início de suas operações em parceria com as autoridades locais, já que possui autorizações oficiais de governos que possuem um regulamento para a micromobilidade, como Madri e Cidade do México, além de promover ativamente a criação de políticas e marcos regulatórios que promovam a inovação, o empreendedorismo e garantam alternativas sustentáveis de mobilidade em todos os mercados em que atua.

Por meio do aplicativo da MOVO é possível localizar e, depois, desbloquear um patinete escaneando o QR Code que está no guidão dele. A inscrição do serviço é totalmente gratuita e o preço para utilizar o meio de transporte respeita as características de cada país, com localização em tempo real.

Segundo a empresa, o Brasil deve ter o serviço no segundo semestre de 2019.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.