Motoristas de Uber na Austrália se deslogam do app em protesto

Por Natalie Rosa | 06 de Agosto de 2018 às 14h06
Divulgação
Tudo sobre

Uber

Os motoristas de Uber da Austrália foram instruídos a deslogarem de seus apps na manhã desta segunda-feira (6), como forma de protesto contra os recursos do serviço que "foram feitos para reduzir mais e custar menos".

O RideShare Driver United (RDSU), órgão de proteção aos motoristas de aplicativos de carona, solicitou que os trabalhadores desligassem seus apps entre 7h e 9h30 nas cidades de Melbourne, Sydney, Brisbane, Perth e Hobart. Cerca de 15 mil motoristas participaram do protesto e, caso a Uber não cumpra o pedido, novas interrupções acontecerão.

A ordem do RDSU é que a empresa pare de usar o "preço inicial", medida que abandonou o pagamento aos motoristas por tempo e distância percorrida, afirmando que a prática "não leva em conta condições inesperadas de trânsito, paradas solicitadas por passageiros e fechamento ocasional de estradas".

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O órgão também pede que a Uber permita que os motoristas possam rejeitar o sistema UberPool, em que passageiros compartilham corridas com outros usuários, e que pudessem aumentar as taxas base da UberX em pelo menos 15%. A RDSU exige que sejam levadas em conta as manutenções constantes feitas nos veículos e custos rodoviários.

Contatadas, nem a RDSU nem a Uber responderam questões da imprensa até então.

Fonte: CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.