Instagram vai banir conteúdos que remetam ao suicídio e automutilação

Por Natalie Rosa | 28 de Outubro de 2019 às 16h45
Reprodução: Instagram
Tudo sobre

Instagram

Saiba tudo sobre Instagram

Ver mais

O Instagram vem se posicionando a cada dia mais em relação à saúde mental dos usuários, mostrando isso em novas medidas de uso do serviço. A última decisão da companhia, segundo anúncio do CEO Adam Mosseri, é derrubar qualquer publicação que envolva a automutilação e suicídio, não necessariamente em imagens explícitas.

Por isso, serão removidas também imagens que possam incluir métodos e materiais relacionados ao suicídio e automutilação, e as contas que compartilharem essas imagens e textos não serão recomendadas no aplicativo.

Em fevereiro deste ano, o Instagram já havia começado a banir conteúdos gráficos sobre o tema, como cortes ou pessoas se cortando, e também imagens não gráficas, como cicatrizes. Com isso, esse tipo de conteúdo não aparece na busca, em pesquisas por hashtags ou na aba Explorar. Somente três meses após a implementação da iniciativa, o saldo foi de mais de 834 mil tipos de publicações removidas, ganhando avisos sobre a imagem de conteúdo sensível ou sendo "rebaixados" com a redução da visibilidade.

O objetivo da restrição de conteúdo, segundo Mosseri, é tentar amenizar a dificuldade de balancear dois casos: permitir que as pessoas contem sobre as suas experiências sobre a saúde mental e proteger outros usuários de serem expostos a conteúdos que podem ser sensíveis ou servir como gatilho.

Imagem: Reprodução

Fonte: CNET via Instagram

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.