Google estende versão premium gratuita do Hangouts Meet até 30 de setembro

Por Claudio Yuge | 09 de Abril de 2020 às 19h45
Google
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Na semana passada (3), o Google liberou até o dia 1º de julho a versão premium do serviço de videoconferências Hangouts Meet para todos os usuários com uma conta no seu ecossistema G Suite, como forma de contribuir para a comunicação durante a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nesta quinta-feira (9), com a plataforma rebatizada de Google Meet, a companhia anuncia que o acesso gratuito se estenderá até 30 de setembro.

Assim, todos os clientes do G Suite e do G Suite para Educação podem realizar reuniões via Google Meet com até 250 participantes. O modelo premium também permite transmitir ao vivo para até 100 mil pessoas em um único domínio, além de oferecer o armazenamento e as gravações das reuniões no Google Drive. Esses recursos normalmente estão disponíveis apenas para pessoas da camada "corporativa", que custa R$ 112 mensais por perfil.

"Durante esse período, é importante que as pessoas tenham acesso aos aplicativos e ferramentas que gostam de usar, e eu sempre defendi o G Suite como os melhores exemplos de produtos que vencem por opção. Levamos essa responsabilidade muito a sério e, como empresa, consideramos a utilidade um princípio orientador”, destaca Javier Soltero, gerente geral e vice-presidente do G Suite.

Divulgação/Google

No comunicado da gigante de Mountain View há vários exemplos de instituições e grupos que vêm aproveitando essa opção, a exemplo do sistema de saúde Cambridge Health Alliance, nos Estados Unidos, que tem em sua rede médica 140 mil pacientes. O Google também comemora o fato do Meet ter alcançado mais de 6 milhões de contas pagas por empresas e organizações. Com o aumento do trabalho e estudo via home office, além das conversas entre amigos e familiares, o Meet vem adicionando mais de 2 milhões de usuários por dia, com uso diário 25 vezes maior do que era registrado em janeiro.

Outros serviços de conferência também estão vendo um crescimento significativo. O Zoom, por exemplo, embora tenha sofrido com problemas de segurança e privacidade, chegou no mês passado a mais de 200 milhões de participantes diários, ante 10 milhões em dezembro. E a Microsoft afirmou que o Teams aumentou de 32 milhões para 44 milhões de usuários ativos em uma semana.

Fonte: Google via The Verge  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.