Google Assistente ganha versão não oficial para Windows, Linux e macOS

Por Felipe Junqueira | Editado por Douglas Ciriaco | 08 de Março de 2021 às 08h40
Reprodução/Melvin. L. Abraham/GitHub

Se você esperava uma chance de usar o Google Assistente em um computador, finalmente poderá testar algumas das principais funcionalidades do assistente virtual em um Windows, Linux ou Mac.

O desenvolvedor Melvin Abraham disponibilizou um cliente para ativar o recurso em qualquer PC. Basta seguir as instruções do GitHub para instalar o Google Assistant Unofficial Desktop Client, utilizar um atalho no teclado e perguntar coisas como previsão do tempo, as notícias mais recentes ou controlar dispositivos da Casa Conectada com a sua voz. O app funciona como qualquer alto-falante inteligente com o assistente do Google instalado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O cliente foi testado pelo pessoal do site Android Central, que apesar de ter gostado do resultado geral, aponta a dificuldade na instalação como um dos grandes pontos negativos do app. Apesar de ter um instalador executável, o Google Assistente para computador requer uma API na Google Cloud com um token personalizado. Segundo a publicação, há um tutorial para fazer isso, e o processo demora até 10 minutos para ser finalizado.

Cliente não oficial do Assistente do Google no Windows (Imagem: Reprodução/Harish Jonnalagadda/Android Central)

Outras desvantagens incluem a ausência de uma palavra de comando, então falar “Ok Google” não ativa o Assistente, além de não oferecer integração com apps de streaming musical nem as rotinas do assistente virtual. Como compensação, ele oferece uma gama de ajustes não disponíveis em apps oficiais.

O Google Assistant Unofficial Desktop Client está disponível para Windows, Linux e macOS de maneira não oficial pelo GitHub. Basta seguir as instruções de instalação para fazê-lo funcionar, mas não é recomendável arriscar se você não tiver uma noção mínima do que estiver fazendo com os arquivos.

Fonte: Android Central

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.