Deezer está formulando sistema de monetização que seja mais justo aos artistas

Por Nathan Vieira | 11 de Setembro de 2019 às 18h33
Tudo sobre

Deezer

Saiba tudo sobre Deezer

Ver mais

A plataforma de serviços streaming de música Deezer está focada no desenvolvimento de uma nova estrutura de pagamento. Por enquanto, o sistema consiste basicamente em fazer com que os artistas ganhem com base na porcentagem de ouvintes, e a ideia da mudança é que artistas menos conhecidos tenham um pagamento mais justo: sua taxa de inscrição sendo válida apenas para os artistas que você ouve. Inicialmente, o novo sistema de royalties vai ser testado na França, ao longo do próximo ano.

A empresa declara que já possui uma "solução técnica" para o novo sistema e não exige nenhum investimento significativo, precisa apenas envolver as pessoas certas, e mais de 40 gravadoras já concordaram com a nova estrutura, embora nenhuma delas seja a maior do setor.

Deezer quer investir em nova estrutura de pagamentos aos artistas do aplicativo

Além disso, Deezer diz também que o sistema pode ajudar os artistas menos conhecidos do aplicativo a ganhar até 30% a mais, enquanto os principais artistas de streaming podem acabar ganhando 10% a menos. Outra característica dessa nova estrutura é que ela também poderia ajudar a eliminar (ou, na pior das hipóteses, pelo menos reduzir um pouco) a fraude de streaming de bots.

A Deezer também defende que esse novo sistema de pagamento aos artistas ajudaria a corrigir distorções nas paradas causadas por ouvintes mais jovens. Isso porque a faixa etária de 18 a 25 anos representa 19% de todos os assinantes, mas gera simplesmente 24% do total de royalties. Sendo assim, para ajudar a incentivar a nova abordagem, a empresa chegou inclusive a lançar uma campanha nas redes sociais e um site que detalha as vantagens trazidas pela estrutura em questão.

Por enquanto, os artistas são pagos com base na porcentagem de ouvintes que recebem. O aplicativo diz que a ideia da mudança é trazer um aumento de pelo menos 30% na monetização de artistas menos conhecidosPor enquanto, os artistas são pagos com base na porcentagem de ouvintes que recebem. O aplicativo diz que a ideia da mudança é trazer um aumento de pelo menos 30% na monetização de artistas menos conhecidos

Fonte: Deezer via Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.