Conheça Rentbrella, serviço de compartilhamento de guarda-chuvas

Por Redação | 01 de Março de 2018 às 16h09

Com apenas dois anos de mercado, a Rentbrella já promete inovar a cidade de São Paulo, se apresentando como a primeira empresa de compartilhamento de guarda-chuvas na América Latina. A operação já está em andamento no país e visa facilitar o dia a dia da população, melhorando a mobilidade urbana em dias de chuva, ao que proporciona uma experiência fácil e intuitiva.

O COO e co-fundador da empresa, Freddy Marcos, explica que “em dias de chuva, milhares de pessoas são impactadas direta e indiretamente, não conseguindo sair para o almoçar ou até mesmo chegando molhadas em uma reunião importante. Nossa ideia é oferecer às pessoas a segurança de que, independente do clima, elas estão livres para fazer o que precisam”.

Como, quanto e onde?

Para usufruir da ideia, basta fazer o download do aplicativo, já disponível para iOS e Android. Uma vez instalado, qualquer usuário de smartphone poderá retirar um guarda-chuva no ponto da Rentbrella mais próximo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A ideia é que o usuário use o guarda-chuva por quanto tempo precisar e, ao final, devolva o acessório em qualquer estação, pagando R$ 1 por hora. Os períodos de uso são contabilizados somente entre 10h e 18h, de segunda a sexta-feira, garantindo que a pessoa possa ir aonde quiser e ainda voltar seco para casa, sem pagar a mais por isso.

“Hoje, usar não significa ter. Foi pensando exatamente nisso que fundamos a Rentbrella. Queremos que as pessoas explorem mais suas cidades, sem se preocupar com as reviravoltas do clima. Como o app funciona de forma bastante simples e prática, e, o compartilhamento do guarda-chuva tem um preço simbólico, esperamos que o serviço seja acessível a todos”, comenta Nathan Janovich, CEO e co-fundador da companhia.

Projeto em expansão

O sistema está em sua primeira fase de implementação, o que significa que a Rentbrella disponibilizará 30 mil guarda-chuvas em 50 estações localizadas em prédios comerciais da região da Avenida Paulista, na capital. O aplicativo, inclusive, indica qual é a estação mais próxima, ajudando o usuário a encontrar os postos com facilidade e rapidez.  

As fases seguintes preveem expansão para outras locais da cidade, bem como novas estações em restaurantes, shoppings e no metrô, dentre outros lugares estratégicos, em diferentes pontos do município de São Paulo. A previsão é que, ao final de 2018, 700 pontos da Rentbrella estejam instalados na cidade, oferecendo 350 mil guarda-chuvas, além de expandir o serviço para os demais estados do Brasil.

Fonte: Rentbrella

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.