Amazon Prime terá serviço de vídeos em 360º para Realidade Virtual

Por Nathan Vieira | 27 de Julho de 2019 às 18h00
Tudo sobre

Amazon

Saiba tudo sobre Amazon

Ver mais

A Oculus VR, uma empresa de tecnologia americana responsável pela criação de óculos de realidade virtual, anunciou na última quarta-feira (24) uma parceria com a Amazon Prime, a plataforma de serviços streaming da Amazon. A junção entre as propostas dessas duas empresas ganhou o nome de Prime VR, e consiste em um serviço de vídeos em 360º, incluindo a própria programação da Prime Video, como os filmes originais indicados ao Oscar, como Cold War, Guava Island e Chasing Happiness, indicados ao Oscar, tal como as atrações originais que arremataram o Emmy, como The Marvelous Mrs. Maisel, Tom Clancy, Jack Ryan e Fleabag.

Como vai funcionar a Prime Video VR

Segundo o anúncio da própria Oculus VR, essa realidade virtual vai permitir que "qualquer pessoa curta seus filmes e programas de TV favoritos na privacidade de seu próprio teatro virtual ou sala de estar, e agora há ainda mais para assistir com o Prime Video VR, da Amazon". Além das atrações originais, a empresa também produziu uma série de vídeos em 360°. Vale ressaltar que a plataforma está disponível para Oculus Quest, Oculus Go e Gear VR.

O serviço, que a princípio está disponível apenas nos Estados Unidos e no Reino Unido, também pode ser ativado por comando de voz. Para acessar o Prime Video VR, os clientes podem baixar o aplicativo Prime Video VR para Oculus Quest, Oculus Go e Gear VR, disponível na Oculus Store. Uma vez tendo o app instalado, os usuários dos óculos de realidade virtual já podem entrar em sua conta Prime Video e começar a navegar.

Os óculos de realidade virtual da Oculus

A cada lançamento, a Oculus busca alternativas mais acessíveis para os fãs da realidade virtual, como é o caso do Oculus Go, que custa cerca de R$ 700. Os produtos dessa categoria normalmente prometem compatibilidade com jogos móveis e experiências, com mais de mil títulos para serem experimentados desde já.

Outra característica dos produtos da Oculus é um sistema fácil de descoberta e sincronização de conteúdo, já que, por mais que o smartphone não seja o centro dos óculos em si, ele ainda é necessário para o upload de aplicativos, com o aplicativo exercendo a função de central de conteúdo. Além disso, Com memória interna e controle próprio, os produtos da empresa também não dependem de celulares ou computadores para funcionar.

Fonte: Oculus.com via Android Central

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.