Uber lança 'botão de pânico' na Índia após acusações de estupro

Por Redação | 11 de Fevereiro de 2015 às 15h36

O Uber adicionou nesta quarta-feira (11) funcionalidades de segurança para os passageiros que utilizam os serviços da empresa. Trata-se de um botão de pânico e recursos de rastreamento, que foram apresentados no aplicativo na Índia, após a companhia americana ter sido proibida de atuar por um tempo em Nova Delhi no ano passado, devido a acusações de estrupo contra seus motoristas.

Agora, o Uber na Índia conta com o recurso de "enviar status" para que os passageiros possam compartilhar detalhes do passeio com outros contatos em tempo real. O app também tem um botão de "SOS" para chamar a polícia local diretamente.

Um porta-voz disse que as funções foram as primeiras medidas de segurança específicas do mercado lançado pelo Uber. A empresa também disse que planeja lançar recursos de segurança em outros países em breve. "As preocupações de segurança tendem a ser único para cada mercado local. Nós reconhecemos a demanda por esses recursos na Índia", afirmou o porta-voz.

As autoridades de Nova Delhi proibiram o Uber em dezembro sob acusações de ter contribuído para casos de estupro - a polícia local chegou a emitir regras que exigem que todos os táxis sejam equipados com um botão físico de pânico. Em janeiro, o Uber conseguiu voltar a atuar na capital indiana e, desde então, disse que intensificou a verificação de antecedentes em todos os seus motoristas. Hoje, o aplicativo já está disponível em diversas cidades na Índia.

O Uber também está lutando contra a proibição na França, Espanha e Coreia do Sul por supostas violações, incluindo o uso de motoristas não licenciados. Além das acusações na Índia, a empresa também teve de lidar com acusações de estupro contra seus motoristas em Chicago e Boston, nos Estados Unidos.

Fonte: http://www.reuters.com/article/2015/02/11/us-india-uber-idUSKBN0LF0PQ20150211?feedType=RSS&feedName=technologyNews

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.