Contra assédio, 99 dá desconto em corridas à Delegacia da Mulher no Carnaval

Por Nathan Vieira | 18 de Fevereiro de 2020 às 20h20
99
Tudo sobre

99 

Saiba tudo sobre 99 

Ver mais

Nesta terça (18), a 99 divulgou uma ação inédita para apoiar vítimas de assédio e incentivar denúncias durante o Carnaval. Acontece que a empresa vai subsidiar R$ 20 em corridas que tenham como destino uma das 180 Delegacias da Mulher de todo o país, entre os dias 21 e 26 de fevereiro.

Segundo dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), as denúncias de assédio aumentam em 20% na época do Carnaval, e por isso o subsídio será aplicado automaticamente para qualquer corrida que tenha como destino uma Delegacia da Mulher, independentemente de onde o assédio tenha acontecido.

"Este ano, nossa campanha de Carnaval extrapola o próprio serviço e, mais do que apenas levantar uma bandeira, nós vamos entregar um serviço real para a população. Vamos apoiar iniciativas para acolher as vítimas de assédio e dar voz a essa causa, especialmente neste período do ano, em que os casos crescem consideravelmente", afirma Stella Brant, Diretora de Marketing da 99.

99 é aliada na luta contra o assédio neste Carnaval, dando desconto a corridas que tenham como destino alguma Delegacia da Mulher

Ainda, pelo segundo ano consecutivo, a 99 apoiará a ação Anjos do Carnaval, que integra a campanha #CarnavalSemAssédio e acolhe mulheres e pessoas LGBTQ+ em situações de vulnerabilidade ou que tenham sofrido assédio durante o Carnaval. Na prática, dezenas de voluntários se espalham pelos principais blocos de rua de cinco capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife.

A 99 também conta com funcionalidades adicionais, como o rastreador de comentários de passageiros e motoristas, deixados após as corridas, que identifica possíveis situações de assédio. Feito isso, uma equipe especializada avalia as ocorrências para que sejam tomadas as providências - que podem incluir desde o bloqueio (temporário ou permanente) do infrator ao suporte à investigação pelas autoridades policiais.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.