Mudança da Google no Android 9 irrita desenvolvedores de apps

Por Rafael Arbulu | 28 de Maio de 2019 às 22h30
Divulgação
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

Uma mudança simples, que o usuário sequer percebe, vem causando um leve atrito entre a Google e desenvolvedores de aplicativos para o Android: a empresa, dona do sistema operacional móvel, limitou o número de escaneamentos de Wi-Fi que um app pode fazer. No Android 9 Pie, essa limitação se resume a quatro scans a cada dois minutos (para aplicativos abertos e em execução) ou uma vez a cada 30 minutos (para apps que rodam em plano de fundo, sem execução direta). A medida não inclui aplicativos de sistema.

O problema, para alguns devs, é que esse recurso é comumente usado por diversos aplicativos que utilizam qualquer tipo de análise de dados em tempo real, como softwares de clima, apps de navegação e, obviamente, que medem força de sinal de conexão com a internet. Para aplicações que atuam nessas linhas, a medida pode estar limitando o seu funcionamento principal.

A situação vem se arrastando desde a última semana: na sexta-feira (24), a Google respondeu a diversas reclamações postadas em sua página Google Issuetracker for Android, que registra reclamações dos desenvolvedores para o sistema, dizendo: “Mais uma vez, muito obrigado por enviar o seu pedido de função. Depois de avaliarmos com os nossos times de produto e engenharia, a sugestão pedida não será considerada neste momento”. Em outras palavras, os desenvolvedores que querem uma reversão da medida, ou ao menos que o usuário consiga criar uma lista de exceção, não serão atendidos.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Google promoveu a mudança, segundo a própria, no intuito de economizar o consumo de bateria do usuário. Escaneamentos de rede, independente de serem feitos manualmente ou rodando em plano de fundo, ampliam o gasto de carga e podem, se feitos em excesso, reduzir a vida útil da bateria. Entretanto, apps como GPS e medidores de sinal acabam sendo impactados diretamente com a medida.

Fonte: PhoneArena; Issuetacker

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.