Aplicativo informa sobre rotas de balas perdidas no Rio de Janeiro

Por Redação | 05 de Julho de 2017 às 15h25

Somente nesse início de julho, já foram registrados 30 tiroteios no Rio de Janeiro. Para ajudar a população carioca a evitar as conhecidas como rotas de balas perdidas, um aplicativo chamado Onde Tem Tiroteio (OTT) foi lançado para smartphones com Android.

O app já notificou pelo menos 2.879 incidentes com armas de fogo somente em 2017. Para Henrique Caamaño, diretor operacional do projeto, “a maior gratificação que o OTT hoje nos proporciona é justamente isso, são esses relatos de pessoas que conseguiram, graças a um alerta nosso, se livrar de uma situação adversa”.

O OTT começou em 2016 com uma página do Facebook para ajudar os amigos próximos. O sucesso da page fez com que o projeto crescesse e se tornasse um app móvel, que, hoje, publica alertas sobre tiroteios e arrastões para aproximadamente 400 mil usuários, registrando de 15 a 20 tiroteios por dia.

Quem alimenta as informações da plataforma são os próprios usuários, que enviam mensagens ao pessoal do app, que, por sua vez, checam as informações em no máximo cinco minutos. De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, o número de homicídios na capital carioca aumentou para 2.329 nos cinco primeiros meses de 2017, em comparação com o mesmo período de 2016.

Apesar de as autoridades não registrarem números de pessoas atingidas por balas perdidas, a quantidade de pessoas mortas pela polícia em tiroteios entre janeiro e maio deste ano subiu quase 50% se comparar com o ano passado, com um total de 480 mortes. Nesse cenário preocupante, um app como o OTT faz um verdadeiro serviço de utilidade pública.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.