Fender lança caixa de som Bluetooth com visual de amplificador dos anos 1950

Por Carlos Dias Ferreira | 19 de Julho de 2018 às 17h42

A nova caixa de som Bluetooth da Fender embala mais uma daquelas viagens nostálgicas temperadas com tecnologia moderna. Intitulado Tweed Monterey, o modelo faz menção em cada canto e em cada escolha estética aos famosos amplificadores tweed da fabricante, produzidos inicialmente entre 1948 e 1964 – embora inúmeras reedições tenham sido lançadas posteriormente, incluindo vário modelos atuais.

Mas a viagem no tempo fica mesmo só nos visuais mesmo. Seguindo uma proposta semelhante à colocada em prática pela Marshall há alguns anos, o Tweed Monterey alia o visual vintage às características de um bom dock para aparelhos mobile ou para o computador mesmo.

Apesar de não servir como amplificador de guitarra, a caixinha traz uma potência respeitável de 120  Watts, compressão aptX e conexão AAC Bluetooth – embora também exista um jack padrão de 3,5 milímetros e um par de entradas RCA. Em última instância, entretanto, a barulheira é garantida por dois subwoofers (para sons graves) e dois tweeters (para as frequências mais agudas).

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Retrô por fora e moderno por dentro, o Fender Tweed Monterey inclui conexão Bluetooth, dois subwoofers e dois tweeters. (Foto: reprodução/Fender).

Sucessor do Blackface Monterey

O Tweed Monterey é o segundo produto lançado pela fabricante estadunidense com essa proposta. Em curiosa cronologia reversa, a Fender lançou há algum tempo uma caixa de som com as mesmas configurações, embora prestasse tributo a outra época: o período áureo dos Fender “Blackface” – modelos com acabamento em preto e alumínio que, de fato, foram concebidos para substituir a estética tweed a partir da década de 1960.

Além de substituir o revestimento e a tela que cobra o alto-falante, o Tweed também substitui os knobs “witch hat” (chapéu de bruxa) pelos igualmente icônicos “chicken head” (cabeça de galinha). As diferenças, entretanto, são apenas cosméticas. Em ambos os casos, há um amplificador que não deveria “subir até o 11” – já que o volume pode ficar realmente alto.

O novo Fender Tweed Monterey pode ser adquirido em varejistas como a Amazon pela “bagatela” de US$ 349,99 (cerca de R$ 1,35 mil, descontados impostos e taxas de importação). Já quem quiser realmente um ampificador para tocar guitarra vai precisar procurar em outros lançamentos da Fender.

Fonte: Cultofmac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.