Pode ficar tranquilo: o Paint não vai morrer

Por Redação | 25 de Julho de 2017 às 09h20

Aquela parte tão querida da sua infância não está prestes a acabar, pois a Microsoft anunciou que, ao contrário do que foi alardeado anteriormente, o Paint não vai morrer. O programa, com mais de 30 anos de idade, deixará apenas de ser uma parte integrante do Windows 10 a partir da próxima atualização, mas poderá ser baixado normalmente, e de graça, a partir da loja de aplicativos do sistema operacional.

Em um post em seu blog oficial, a Microsoft disse saber que o software tem diversos fãs ao redor do mundo, mas ainda assim, ter ficado surpresa com as demonstrações de tristeza em relação ao anúncio de seu, agora negado, fim. Foi justamente por conta disso que ela decidiu criar uma publicação para falar especificamente desse assunto e informar que tudo não passou de um mal-entendido.

A confusão começou quando o Paint foi incluído em uma lista de aplicativos descontinuados, uma relação que mostra os softwares que não devem mais receber tanta atenção assim por parte da Microsoft e podem acabar deixando de existir em breve. Foi o que aconteceu há anos, por exemplo, com o MSN Messenger, depois que a Microsoft incentivou os usuários a migrarem para o Skype. Nesse caso, entretanto, estamos falando de um aplicativo online, ao contrário do que acontece com a ferramenta artística.

O programa, porém, já não era um dos focos da companhia desde o Creators Update, quando foi substituído pelo Paint 3D. Com mais funções e novos recursos, além de foco maior em um uso profissional com o auxílio de canetas stylus, o aplicativo ganhou destaque entre os criadores, renegando a boa e velha versão para a obscuridade. Mesmo possuindo todos os recursos da anterior, a nova edição não acumulou tantos usuários e amor assim.

A Microsoft ainda aproveitou o post em que esclarece o assunto para falar sobre o Paint 3D, indicando-o como uma ferramenta muito mais completa, mas que também possui todas as funcionalidades básicas existentes no pacote tradicional. Além disso, claro, indica que nada vai mudar e os amantes das linhas e do preenchimento com baldinho de tinta poderão continuar fazendo isso no futuro.

Fonte: Microsoft

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.