Microsoft deve adiar Windows 10X e Surface Neo para 2021

Por Felipe Demartini | 10 de Abril de 2020 às 12h15
Reprodução
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

As mudanças causadas pela pandemia do coronavírus podem ter vitimado, agora, o desenvolvimento de dispositivos e sistemas com duas telas da Microsoft. De acordo com fontes ligadas aos departamentos de produtos da empresa, tanto o sistema operacional Windows 10X quanto o Surface Neo devem ser adiados para 2021, enquanto a empresa renova seu foco em dispositivos comuns, como notebooks e PCs, de forma a apoiar os regimes de home office e o isolamento social trazidos pela pandemia.

As informações sobre isso teriam sido dadas nesta semana pelo diretor de produtos da Microsoft, Panos Panay, diretamente ao time que trabalha mais próximo a ele. Fabricantes também já estariam sendo avisados de que não poderão lançar novos aparelhos com o Windows 10X antes do final deste ano, com o mesmo valendo para o Surface Neo, da própria companhia.

Por outro lado, essa mudança não teria afetado o Surface Duo, modelo da empresa também focado no segmento da tela dupla, mas rodando o sistema operacional Android. A ideia é manter o lançamento no final deste ano, como inicialmente planejado, sem que mais detalhes sobre isso tenham sido dado pelas fontes que falaram ao site ZDNet.

Mesmo com os adiamentos, a Microsoft continua trabalhando no Windows 10X, agora, focada em trazê-lo aos dispositivos com uma única tela, como uma forma de competir com os Chromebooks, da rival Google. Como uma alternativa focada em aparelhos com tela sensível ao toque e mudanças na interface, a ideia da companhia é que ele vá funcionar bem, também, em dispositivos voltados para os segmentos educacionais e equipamentos mais simples, sejam eles conversíveis ou não.

Outros problemas

Devido à pandemia do coronavírus, desenvolvimento do Windows 10X teria mudado de foco para abraçar também dispositivos de tela comum (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Também estariam envolvidos nos adiamentos os problemas ligados às linhas de produção na China, que teriam atrasado a entrega de materiais para a fabricação dos aparelhos da marca. Essa informação foi confirmada oficialmente, mas, mais recentemente, a Microsoft disse também que a oferta de componentes já estava sendo normalizada com o esfriamento da pandemia no país asiático, o que poderia permitir o cumprimento dos calendários de lançamento de produtos para este ano.

Enquanto isso, a ideia de que o Windows 10X também seria voltado para aparelhos sem tela dupla já vinha sendo ventilada internamente, justamente como uma forma de usar o sistema operacional customizado para bater de frente com o Chrome OS. Oficialmente, entretanto, a companhia mantinha a ideia de que a versão era voltada especificamente para dispositivos dual screen.

Oficialmente, a pandemia global do coronavírus já confirmou mudanças no calendário de desenvolvimento da edição padrão do Windows 10, estendendo o suporte a versões mais antigas e garantindo que updates de segurança cheguem aos usuários, enquanto novas funcionalidades podem demorar um pouco mais, devido ao regime de home office ao qual seus próprios profissionais estão submetidos como medida de proteção.

O possível adiamento do Windows 10X e dos dispositivos de tela dupla, entretanto, não foi confirmado pela Microsoft, que também não negou a informação, apenas afirmando não ter nada a comentar sobre o assunto.

Fonte: ZDNet

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.