Microsoft começa a liberar atualização gratuita do Windows 10

Por Redação | 29.07.2015 às 11:52
photo_camera Divulgação

Após meses de muita expectativa, o Windows 10 já está entre nós. Foi à meia-noite desta quarta-feira (29) que a Microsoft lançou a nova versão de seu sistema operacional. E para quem tem o Windows 7 ou 8.1, a boa notícia é que o software pode ser baixado gratuitamente a partir de hoje por meio de uma atualização liberada em 190 países, incluindo o Brasil.

Como são milhões de computadores que se encaixam no upgrade gratuito, o sistema será disponibilizado em fases. A primeira leva inclui os quase cinco milhões de usuários que participaram do programa Windows Insider, que testaram em primeira mão as principais novidades do sistema e enviaram à empresa um feedback do que está bom ou precisa melhorar. Depois, a atualização chega para quem fez a reserva em 1º de junho, logo depois que a Microsoft revelou a data de lançamento do novo Windows.

É nessa segunda onda que estão inclusos todos os PCs que possuem uma licença oficial do Windows 7, Windows 8 e Windows 8.1. De acordo com Terry Myerson, vice-presidente executivo do grupo Windows e de dispositivos na Microsoft, independentemente em qual grupo o usuário estiver, ele será avisado de que pode baixar o Windows 10 assim que iniciar o computador. Quando o update estiver pronto para ser instalado, será exibida uma notificação na parte inferior direita da barra de ferramentas.

Já as empresas poderão baixar o Windows 10 apenas em 1º de agosto. Mais tarde, agora no final de 2015, os primeiros celulares com Windows 8.1 poderão baixar a atualização.

Há ainda um terceiro grupo que receberá o novo Windows. Este, por sua vez, integra aqueles que não participaram do Windows Insider ou que não possuem o Windows 7 ou 8.1 para baixar o sistema de graça, como por exemplo os usuários de Windows Vista, XP ou versões anteriores. Neste caso, será preciso adquirir uma licença de uso, que nos Estados Unidos custa US$ 119 (Home, para usuários comuns) e US$ 199 (Profissional, para empresas). Ainda não foram revelados os valores dessas opções no Brasil.

Lembrando que o download do Windows 10 não depende apenas desses requisitos. Exigências mínimas de hardware também são necessárias, incluindo processador de 1 GHz, 1 GB de memória RAM (2 GB para a versão de 64 bits) e 20 GB de espaço livre no disco rígido. Além disso, no Windows 7 ainda é preciso baixar o Service Pack 1, enquanto donos de Windows 8 precisarão atualizar para o Windows 8.1 antes de instalar o Windows 10.

Se mesmo assim você não quer esperar até que as coisas ocorram naturalmente, há uma forma de acelerar o processo e "forçar" que sua máquina baixe o novo Windows. Neste link explicamos como fazer isso.

Principais recursos

Junto com o anúncio da atualização, a Microsoft destacou algumas funcionalidades presentes no Windows 10 que prometem fazer do sistema a melhor versão já desenvolvida pela empresa.

Uma das novidades mais esperadas é a Cortana. A assistente responde a comandos de voz e texto e pode responder suas solicitações da mesma maneira. Por usar o mecanismo de pesquisas do Bing, ela traz informações mais precisas sobre clima e temperatura, notícias do dia, agendar compromissos e criar lembretes de coisas importantes. Também vale lembrar que a Cortana ganhará versões para Android e iOS, além do Windows Phone, que já virá com o software instalado.

Outra função muito aguardada no Windows 10 é o Microsoft Edge, navegador que vai substituir o clássico Internet Explorer. Com integração à Cortana, o browser tem um apelo convidativo, com um visual mais limpo e foco maior na navegação. Ele ainda inclui opções para fazer marcações direto na tela do site que está sendo acessado, armazenamento de páginas no modo offline e um modo de leitura que elimina propagandas e links indesejados.

Caso você ainda tenha dúvidas sobre o Windows 10, acesse alguns de nossos artigos especiais: