Microsoft admite ter instalado Windows 10 sem permissão dos usuários

Por Redação | 11 de Novembro de 2015 às 11h24

Após meses e meses de dúvidas, comentários e, acima de tudo, críticas, a Microsoft finalmente admitiu as tentativas de instalar o Windows 10 nos computadores dos clientes de maneira não autorizada. A empresa atribuiu as ocorrências a uma falha no sistema de updates da plataforma, que tentava instalar o novo sistema operacional mesmo contra a vontade do usuário. O problema teria acontecido entre os meses de agosto e novembro, afetando uma boa parte dos clientes da companhia.

Dois eram os caminhos possíveis nos problemas encontrados pelos usuários do Windows 7, 8 e 8.1. No primeiro, a versão 10 do sistema operacional tinha sua instalação iniciada automaticamente, como se tivesse sido autorizada, no momento em que o computador é reiniciado, um processo que não poderia ser cancelado. Em outro, a plataforma tentava fazer isso, mas era impedida por restrições de segurança do sistema. O processo se repetia todas as vezes que a máquina era reiniciada.

Com uma atualização liberada no começo desta semana, a Microsoft diz que o problema já foi resolvido e que os usuários voltam a ter controle sobre quando e se instalarão o Windows 10. Isso, por outro lado, não impede que a nova versão do sistema operacional seja baixada completamente para o disco rígido do computador e fique pronta para ser colocada em uso caso o dono da máquina deseje. Até lá, o software permanece ocupando espaço no HD e também a banda de internet utilizada para o download, que não é nada pequeno.

Também não é a primeira vez que o Windows 10 tem sua instalação inicializada sozinho, com isso acontecendo sempre devido a bugs, pelo menos segundo a Microsoft. Para alguns especialistas, a desculpa não cola muito, já que se sabe o esforço da empresa para reduzir a fragmentação de sua plataforma e fazer com que todos atualizem para o novo sistema operacional, que apesar de ter ganhado muita tração por meio de sua oferta gratuita, vem ganhando poucos usuários a cada mês após o frenesi de lançamento.

Para a Microsoft, a recomendação é que todos os usuários que possuem computadores compatíveis realizem a atualização, que é marcada como “Recomendada” no Windows Update. A versão 10 do sistema operacional chegou em junho e o update é gratuito para quem usa as edições 7, 8 e 8.1 até junho de 2016.

Fonte: Forbes

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.