Intel está trabalhando para corrigir um bug de bateria no Windows 10

Por Redação | 24 de Julho de 2015 às 12h46

Na última quinta-feira (23), um porta-voz da Intel confirmou que a empresa está trabalhando para corrigir um bug que reduz a vida útil da bateria de algumas máquinas com o novo sistema Windows 10 em até 10%. De acordo com a empresa, uma vez que o bug for corrigido, a vida útil da bateria de um PC com Windows 10 ficará em pé de igualdade com uma com Windows 8.

O novo sistema operacional da Microsoft será lançado no próximo dia 29 de julho e as fabricantes de hardware, desenvolvedores de aplicativos, junto com a empresa de Redmond, estão trabalhando para finalizar os drivers e corrigir eventuais bugs. A Microsoft, por exemplo, liberou uma atualização para a GPU Intel HD Graphics na linha Surface, juntamente com uma atualização de firmware.

A combinação de novos drivers, novo software e novo hardware geralmente é um terreno fértil para bugs. É preciso sempre lembrar que grandes novidades como essa trazem diversas falhas que podem atrapalhar a experiência do usuário. Mas acredito que a Microsoft e seus parceiros vão trabalhar para tentar lançar o Windows 10 com o mínimo possível de inconvenientes para o consumidor final.

Bugs da Intel à parte, outros fabricantes de PC têm avisado silenciosamente que o recurso "Hey, Cortana" embutido no Windows 10 também terá algum efeito negativo sobre a vida útil da bateria, mas ainda não está claro o quanto. A Cortana roda como um processo de segundo plano separado no Windows 10.

Normalmente, o app da assistente virtual registra zero consumo da CPU e apenas um megabyte ou mais de memória. Quando o recurso "Hey, Cortana" é acionado, o consumo sobe 6% ou mais em um Intel Core i5, uma quantidade pequena e que fica ativa por apenas alguns segundos. Se o usuário precisar ligar o microfone do dispositivo para usar o recurso de voz, ele provavelmente não irá subir muito o consumo, mas ainda assim pode causar um aumento no consumo de energia da bateria.

Por enquanto, a Cortana estará disponível com o lançamento do Windows 10 nos seguintes países: Estados Unidos, Reino Unido, China, França, Itália, Alemanha e Espanha. Posteriormente, ainda neste ano, será a vez do Japão, Austrália, Canadá (somente em inglês) e Índia receberem a Cortana de maneira personalizada. Brasil e México deverão receber as suas versões logo em seguida.

Via PC World

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.