Erros no Registro do Windows? Aprenda a não se preocupar com eles nunca mais

Por Redação

Você com certeza já ouviu alguém dizer que o problema de lentidão num computador com Windows pode ser facilmente resolvido com uma rápida limpeza no registro do SO, ou então que algum bug ou falha do sistema também poderia ser solucionada com a ajuda do CCleaner, um popular limpador de arquivos temporários, não é mesmo? Pois bem, devemos te avisar que esse tipo de processo não resolve esses problemas na maioria dos casos e até mesmo pode prejudicar a sua máquina se feito constantemente. Entenda agora por que isso acontece e como deixar de se estressar com os registros no seu PC:

O que é e como o registro é essencial para o sistema?

Limpeza de Registro no Windows

(Imagem/Reprod.: Canaltech)

Primeiramente devemos entender que o registro funciona no Windows justamente como seu nome informa: ele contém uma base de dados sobre tudo o que acontece dentro do sistema. Configurações da máquina, hardware e softwares instalados, drivers e uma outra série de informações compõe essa parte que é essencial para o bom funcionamento do computador. O Windows checa essas informações milhares de vezes enquanto está em operação, e toda vez que você realiza uma alteração significativa na máquina (que não seja removida numa reinicialização, por exemplo), ela é salva no registro.

Por causa do enorme fluxo de dados computados, é possível que alguns erros sejam encontrados naquilo que é salvo pela máquina. Acontece que contrariando o que os "experts" dizem internet afora, esses erros são mínimos e só causam algum problema no computador caso se acumulem por muito e muito tempo. Portanto, a indicação não é remover totalmente o CCleaner ou qualquer outro software que você use para esse tipo de faxina, mas sim usá-lo com muito menos frequência.

E com quais falhas você deve se preocupar?

Embora a Microsoft tenha trabalhado bastante para diminuir o número de registros problemáticos, eles ainda podem ocorrer devido a vários motivos. Alguns deles são realmente preocupantes, alguns nem tanto. Veja abaixo quais são os motivos que mais levam o SO a registrar informações com falhas:

  1. Entradas fantasma: elas não são um problema porque esses dados simplesmente não são mais consultados pelo computador. Entradas fantasmas ocorrem quando você desinstala ou remove algum software e partes dele não são retiradas do registro, isso acontece com bastante frequência e costuma ser a maior parte dos problemas que você vê serem "resolvidos" pelos limpadores;
  2. Chaves duplicadas: As chaves são informações contidas dentro das entradas, como se fossem arquivos dentro de pastas, basicamente. Quando você reinstala um programa que deixou entradas fantasmas (1) ou atualiza um programa já existente, é possível que uma chave duplicada seja criada. Atualmente o Windows consegue lidar muito bem com elas, portanto não são motivos de stress;
  3. Erros de desligamento do Sistema: Assim que você desliga ou reinicia o seu computador da forma adequada, isto é, dando ao Windows o comando para desligar ou reiniciar, o registro cria uma cópia de tudo o que foi alterado durante o uso e usa isso como base para consultas futuras. Caso você costume desligar seu computador removendo-o diretamente da fonte de energia ou forçando o desligamento pressionando o botão power, é possível que isso te cause alguns problemas depois. Mesmo assim, esse tipo de falha não se resolve limpando os arquivos do computador, mas sim desligando-o corretamente;
  4. Vírus ou Malwares: Sim, estes são algo com o que se preocupar. Softwares mal-intencionados costumam apagar ou modificar partes completamente "saudáveis" do registro por mera vontade de prejudicar o funcionamento do computador. Caso este seja mesmo seu problema (verifique com a ajuda de um anti-vírus de sua preferência), vale a pena dar mais atenção às informações seguintes.

Antes de tudo, faça um backup do registro em uso e aprenda a restaurá-lo, também

Antes de realizar qualquer mudança nas informações, é extremamente importante que você realize um backup do registro atual. Para isso, certifique-se que você está usando um perfil de usuário com status de administrador, caso positivo, siga os passos logo abaixo. Na realização deste tutorial, utilizamos um computador com Windows 10, mas as etapas a seguir são praticamente as mesmas para todos que usam o Windows 7 ou superior:

backup do registro do windows

(Imagem/Reprod.: CanalTech)

  • Pressione a tecla do Windows e em seguida digite "regedit". Caso não possa realizar a busca por este método, você também pode clicar no logotipo do Windows no canto inferior esquerdo da tela e em seguida digitar o termo. Isto abrirá o editor de registros;
  • Clique em Arquivo e em seguida na opção "Exportar";
  • Salve o backup com nome e local de sua preferência. Neste tutorial nomearemos o arquivo de backup como "regbackup" e o deixaremos no seu local padrão, a pasta "Documentos";

Restaurando...

Com o backup criado, caso você queira restaurá-lo no futuro, basta iniciar o computador em modo de segurança. No Windows 7 isso pode ser feito pressionando a tecla F8 durante o carregamento do sistema (antes do logotipo do Windows ou do fabricante da máquina ser exibido na tela).

Limpeza de Registro no Windows

No Windows 8, 8.1 e 10 é necessário usar de outra forma para inicializar a máquina em modo de segurança. É preciso que você acesse o menu iniciar e busque por "msconfig"; isto deve abrir as configurações avançadas do sistema. Nesta janela, na aba "Inicialização do Sistema", será possível localizar a opção "Inicialização segura", marque-a e aplique as mudanças.

Limpeza de Registro no Windows

(Imagem/Reprod.: CanalTech)

Já em modo de segurança, repita os passos já citados e busque novamente por "regedit", entrando mais uma vez no editor de registros. Lá, clique na opção "Importar" e em seguida selecione o arquivo de backup que você salvou anteriormente. Lembre-se agora de voltar ao "msconfig" e desmarcar a mesma opção assim que restaurar o backup completamente. Só assim o Windows irá ser carregado em seu formato de uso comum depois do processo.

Limpeza de Registro no Windows

(Imagem/Reprod.: CanalTech)

E se tudo isso falhar?

Caso nada disso dê certo ou você simplesmente não consiga iniciar o PC no modo seguro, devemos então partir para um método mais severo de restauração: é valido lembrar que usuários menos íntimos de configurações avançadas podem se confundir e que antes de realizar o processo precisam ter certeza de que querem mesmo fazê-lo por conta própria ao invés de contratar um profissional para o caso. Portanto, se você está obstinado a vasculhar as entranhas do seu sistema, seguiremos adiante. Pense que este tipo de tutorial irá te preparar para os mais diversos tipos de situação.

tela de recuperação do Windows

Para que tudo funcione você vai precisar de um disco original do Windows, ou uma cópia ISO dele. Se o seu computador simplesmente não veio com o disco de instalação do SO, é provável que você possa ter de criar uma imagem do seu sistema para prosseguir. Ao iniciar o computador com a imagem ou o disco inseridos, ele deve exibir uma tela de recuperação com vários menus de diagnóstico e outras opções. Caso isso ainda assim não aconteça, você pode tentar transferir o disco rígido para outra máquina; o importante aqui é termos acesso aos arquivos.

Limpeza de Registro no Windows

Já na tela de recuperação, selecione a opção para configurar a inicialização do sistema. Talvez ela te peça para logar num dos usuários existentes, isto não é uma regra mas é necessário que, caso ocorra, você faça login em um usuário com status de administrador no Windows. Prosseguindo com a recuperação, a suite deve nos exibir uma série de ferramentas para tentar salvar o software com problemas, selecione então a opção "Prompt de Comando", que iremos usar.

Com o prompt aberto, precisamos que você encontre o diretório correto dos seus arquivos do Windows, onde está salvo o backup, inclusive. Para isso use os comandos:

dir C:Win*

dir D:Win*

dir E:Win*

Após cada comando, pressione enter. Caso o Windows e seus arquivos estejam em algum deles, a tela te informará suas pastas naquele diretório. Para o passo seguinte, assumiremos que você encontrou o registro salvo no diretório C:, se no seu caso se trata de outra letra, basta substituir o C pela letra correspondente nos códigos que você deve digitar a seguir:

Cd /d C:windowsSystem32config

xcopy *.* C:RegBack

cd RegBack

dir

Fique atento às datas reveladas pelo sistema nesse momento, tente se lembrar se algum dos registros exibidos é de antes que o problema aparecesse. Caso positivo, sinta-se livre para mandar ver nos comandos:

Copy /y software ..

Copy /y system ..

Copy /y sam ..

Importante: Sim, os ".." fazem parte do código a ser escrito na prompt de comando.

Feito isso, reinicie seu computador e verifique se o problema foi resolvido. Vale lembrar que você acabou de restaurar o registro de maneira manual, portanto você não precisará de softwares especiais ou ajuda de um profissional da próxima vez que tiver algum problema do gênero em situações similares. Bacana, né?

Não se preocupe caso as falhas do registro não impactem diretamente o funcionamento da máquina

Quando dizemos que as falhas do registro raramente irão prejudicar seu PC, não estamos mentindo. Muitos por aí dizem que esse tipo de limpeza melhora a velocidade e a estabilidade de uma máquina antiga: nisto eles não estão totalmente errados, isso pode acontecer caso você use uma versão muito antiga do Windows, como o Vista ou o XP, por exemplo. Estas versões não têm atualizações de melhoria onde a Microsoft reduziu o número de erros no registro e por isso o acumulo deles é mais frequente nesses sistemas operacionais.

Eu posso deletar todo o registro do meu computador?

Limpeza de Registro no Windows

(Imagem/Reprod.: CanalTech)

Não há, virtualmente, forma possível de deletar totalmente o seu registro. A menos que você realmente esteja empenhado a isso. O Windows realiza cópias ocultas desses arquivos e apenas alguém com conhecimentos avançados de código poderia fazer esse tipo de coisa que, convenhamos, não tem sentido algum. De qualquer forma, o mundo não é um lugar pacífico onde todas as pessoas se ajudam e por isso você sempre deve manter cópias de seus pontos de restauração, registro e se possível ter também uma imagem do seu sistema com alterações e softwares mais importantes instalados. Acredite, isso pode lhe salvar de muita dor de cabeça.

Fonte: MakeUseOf

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.