Linha de comando do Linux já aparece em versão prévia do Windows 10

Por Redação | 06 de Abril de 2016 às 15h57

Se palavras e um anúncio oficial ainda eram pouco para você, a coisa agora é real e palpável. Nesta quarta-feira (06), a Microsoft liberou a primeira versão prévia do Windows 10 com suporte ao console do Linux. Os testes, agora, estão sendo feitos por desenvolvedores, parceiros e entusiastas de forma a garantir que tudo na edição funcione bem quando ela chegar a todos os usuários.

A integração entre o bash e o Windows 10 foi anunciada na última semana durante o Build 2016, um evento da Microsoft voltado para os desenvolvedores de software. A ideia aqui é, justamente, facilitar a vida dos produtores de aplicativos, entregando a eles uma ferramenta bastante utilizada para testes e verificação de apps e servidores remotos sem a necessidade de gambiarras ou criação de máquinas virtuais.

Apesar de a funcionalidade estar disponível, nem todos poderão usufruir dela, mesmo fazendo parte do programa Insider. Para utilização do bash, o Windows 10 precisa ser colocado em modo de desenvolvimento por meio de aplicativos próprios, além da necessidade de configurações específicas e downloads essenciais. Para os desenvolvedores, não deve ser nada demais, enquanto garante que usuários comuns não mexerão onde não devem.

A adição do bash compõe a maior atualização do Windows 10 desde novembro. Como parte de um novo pacote de serviços a ser liberado no começo do segundo semestre, a Microsoft quer também aumentar a importância da assistente de voz Cortana dentro do sistema operacional, além de melhorar a conexão entre celulares e PC, permitindo, por exemplo, a visualização de mapas e caminhos que podem ser enviados diretamente para o smartphone quando o usuário sai de casa.

A maioria dessas novidades ainda não está disponível na prévia liberada nesta quarta, mas ela já contém os novos emojis, um redesenho das versões tradicionais que já existiam no sistema operacional. O destaque é a variedade de etnias e gêneros, tornando a oferta de imagens mais inclusiva e diversificada.

Além disso, é importante citar que, por mais que os usuários do programa Insider recebam as atualizações do Windows 10 antes de todo mundo, eles também estão suscetíveis a bugs e problemas de funcionamento justamente por ainda estarem utilizando uma versão em desenvolvimento. O objetivo final é garantir que tudo corra bem no lançamento generalizado, que ainda não tem data para acontecer, e não garantir privilégios para alguns utilizadores.

Fonte: Microsoft