Atualização do Windows 10 está causando problemas para alguns usuários

Por Redação | 10 de Agosto de 2015 às 12h56
photo_camera Divulgação

A Microsoft liberou uma grande nova atualização para o Windows 10, porém o update está causando dor de cabeça para alguns usuários. A atualização KB3081424 incorpora diversas correções de bugs lançadas para o sistema operacional, mas o problema é que agora ela é o motivo de uma nova falha.

O procedimento padrão do Windows faz com que o sistema reverta uma atualização após ela apresentar falha em sua instalação. Mas, a partir do momento que a atualização é automatizada e forçada, o Windows tenta instalá-la novamente após a reinicialização do SO, causando um loop infinito de reinicializações para alguns usuários. Relatos apontam que o problema só está afetando parte dos usuários do novo sistema operacional.

Aparentemente, a causa do problema é uma má entrada no Registro do Windows, um banco de dados presente no sistema operacional cuja função é concentrar todas as configurações do sistema e dos aplicativos executados, tornando sua administração mais fácil. Todas as configurações alteráveis no Painel de Controle, associações das extensões de arquivos e configuração de hardware são armazenadas nesse banco de dados.

Depois de falhar, a instalação inicial escreve uma entrada errada no Registro que impede novas tentativas para reinstalar a atualização corretamente. Uma correção temporária para o problema envolve a exclusão de determinadas chaves do Registro para se livrar do bug e, em seguida, deixar a atualização correr novamente.

Se você se sente apto a alterar o registro, faça o seguinte:

1. Digite "regedit" no menu Iniciar;

2. Navegue até
HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\ProfileList;

3. Faça um backup da chave do registro, já que deletá-la pode ser nocivo (Arquivo > Exportar);

4. Faça uma varredura pelas IDs da ProfileList e delete qualquer arquivo com o termo "ProfileImagePath";

5. Feche o regedit, reinicie o sistema e deixe a KB3081424 instalar normalmente.

Mas é importante dizer que apenas usuários que se sentem confortáveis para lidar com o Registro do sistema devem tentar essa opção, certificando-se sempre de ter feito um backup das chaves de registro associadas antes de excluí-las. Aqueles que não têm o hábito de lidar com essa parte do Windows devem esperar que a Microsoft libere uma correção oficial.

O problema está colocando em xeque a nova política da Microsoft que obriga os usuários a instalar novas atualizações no Windows 10. Em versões anteriores do sistema operacional, era possível escolher entre uma atualização automática do sistema ou atualizações manuais, em que o usuário escolhia aquilo que desejava ou não instalar. No Windows 10, a obrigatoriedade das atualizações instala todos os updates lançados pela empresa, sem passar pelo crivo do usuário.

A Microsoft adotou essa medida para tentar proteger seus usuários, certificando-se de que todos os PCs com Windows 10 tenham as últimas correções de bugs e patches de segurança instalados. O problema é que às vezes as próprias atualizações carregam consigo alguns bugs, o que significa que as atualizações forçadas do Windows 10 podem esconder algumas armadilhas.

Veja também:

Via CNET