A partir do Windows 10, vai ser possível desinstalar o Paint

Por Nathan Vieira | 12 de Agosto de 2019 às 18h20
Microsoft

Não precisa esconder, porque nós sabemos que você já passou horas desenhando no Paint enquanto esperava a internet voltar. Esse recurso, que tem feito parte do Windows desde 1985, vai deixar de ser obrigatório para os usuários, e a partir do Windows 10, pode ser desinstalado se assim desejarem. Entretanto, se você é fã desse software destinado à criação de desenhos e edição de imagens, não há motivos para ficar triste, pois a ideia é que o Paint continue sendo pré-instalado nas máquinas.

Inicialmente, os planos da Microsoft para o Paint eram uma radical substituição pelo Paint 3D e, de quebra, uma mudança para a Microsoft Store. No entanto, parece que a empresa está desapegando do recurso com mais calma. No último Windows Insider Build, os usuários notaram que o Paint não é mais um componente do sistema, mas um recurso opcional. Mas é válido perceber que tudo está engatinhando ainda, já que a desinstalação do Paint atualmente não é possível na Build 18956.

Com a recente atualização do Windows, em maio deste ano, o Paint também contou com algumas mudanças voltadas a uma melhor acessibilidade, além da introdução da possibilidade de usar o programa com o teclado.

O Paint foi criado em 1985, e no princípio atendia pelo nome de Paintbrush. Não demorou para que conquistasse os usuários, por causa de toda a sua facilidade. Atualmente, é um programa muito utilizado para a criação de Pixel art, ou seja, a arte de criar uma imagem pixel-a-pixel, já que ele possui boas e práticas ferramentas para edição em pequena escala.

Fonte: Windows Blog Italia via MS Power User

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.