Rumor: Windows 9 vai se adaptar ao dispositivo no qual for instalado

Por Redação | 01 de Julho de 2014 às 15h15

Agora que o Windows 8.1 já se estabeleceu no mercado, o foco passa a ser a próxima versão do sistema operacional da Microsoft, que por enquanto é chamado de Windows Threshold, por não se saber, ainda, se o sistema terá o nome de Windows 9.

O Windows 8, quando foi lançado, causou bastante controvérsia, por causa do seu foco em computadores com telas sensíveis ao toque. Para a Microsoft, à época, isso significava que todos os usuários deveriam atualizar seus hardwares e comprar um monitor touch, por ser a melhor maneira de interagir com o sistema. Obviamente essa abordagem não foi bem recebida, e o sistema recebeu diversas críticas, principalmente por deixar os tradicionais teclado e mouse em segundo plano. E a ausência do Menu Iniciar, então, selou o caixão do Windows 8.

Com o Windows 8.1, a Microsoft tentou melhorar um pouco as coisas e inseriu alguns recursos para colocar os programas com interface Metro (voltada para tablets e telas de toque) no desktop e melhorar a usabilidade, o que ajudou um pouco os usuários.

Segundo o ZDNet, a Microsoft incluirá no novo sistema uma série de recursos voltada para os usuários “desktop”, ou seja, os que utilizam mouse e teclado. A tela sensível ao toque será tratada como acessório opcional.

Com a primeira atualização do Windows 8.1, a empresa criou vários perfis de uso baseados em padrões de harware. Com isso, alguns dispositivos trazem os botões de busca e de desligar o sistema na tela inicial, junto aos Live Tiles, e outros não. Há ainda computadores que exibem, assim que o sistema é ligado, a Área de Trabalho do Windows, em vez dos Live Tiles.

A Microsoft deve continuar com essa abordagem, fazendo o sistema se adaptar ao computador que o estiver rodando. Em outras palavras, o Windows trabalhará de maneira bem diferente em cada dispositivo.

Com isso, a versão do Windows Threshold para dispositivos móveis não terá o ambiente desktop, mas ainda dará suporte a aplicativos rodando lado a lado. Essa versão móvel do novo Windows funcionará em smartphones e tablets que utilizam os processadores de arquitetura ARM (Windows Phone), e talvez os tablets que utilizam o processador Intel Atom.

A versão para desktops incluirá o chamado Mini Menu Iniciar, que será uma versão remodelada do tradicional Menu Iniciar que a Microsoft deixou de lado com o Windows 8, e que foi um dos principais motivos de reclamação dos usuários. Ainda será possível rodar programas que usam a interface Metro e também os que forem baixados pela Windows Store.

O Windows Threshold deve chegar em meados de abril, ou até em junho de 2015, ao mercado.

Mas o que acontece até a chegada do próximo Windows?

Até lá, a Microsoft lançará mais uma atualização do Windows 8.1, a Windows 8.1 Update 2. Ela deve ficar pronta a qualquer momento, e deve chegar para os usuários em agosto. Muitos estavam esperando que a empresa colocasse o Menu Iniciar de volta nessa versão, mas não foi desta vez.

Leia mais: Terceira atualização do Windows 8.1 pode atrasar chegada do Windows 9

Com a próxima versão, a companhia espera puxar o maior número possível de usuários do Windows 7 para o Windows 7 Service Pack 1 (SP1), e os do Windows 8 para Windows 8.1 Update, em preparação para receberem o Threshold.

Ainda é um pouco cedo para ter uma posição sobre os preços e versões do sistema, mas tudo indica que ele será oferecido gratuitamente para usuários do Windows 8.1, e por um preço reduzido ou até mesmo gratuito também para os que ainda estão com o Windows 7.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.