Vendas do Windows 8 ficam muito abaixo do esperado pela Microsoft, afirma site

Por Redação | 19.11.2012 às 14:40

O Windows 8, que chegou às prateleiras das lojas no último mês, pode não estar cumprindo com as expectativas da Microsoft e a empresa estaria 'muito decepcionada' com seu desempenho, segundo informações publicadas por Paul Thurrott, blogueiro especializado na cobertura da empresa, em seu site na última semana.

"As vendas de PCs equipados com Windows 8 estão bem abaixo das projeções internas da Microsoft e foram descritas dentro da empresa como decepcionantes", escreveu Thurrott. Segundo as fontes consultadas pelo blogueiro, a empresa norte-americana estaria culpando pelas baixas vendas os computadores 'sem brilho' produzidos por suas parcerias e equipados com a nova versão do Windows, apesar da fraca demanda por PCs em 2012.

Paul Thurrott ainda sugere alguns problemas do novo OS que têm distanciado os consumidores da plataforma como a demora de lançamento de novos produtos e a interface confusa. Além disso, ele afirma que a confusão com as versões do sistema disponíveis para tablets, o RT e o Pro, pode tornar a vida dos usuários muito difícil.

Windows 8 PCs

Reprodução: TechNet

Em contrapartida, o site BGR afirma que a plataforma móvel da Microsoft, o Windows Phone 8, está começando a ganhar forças no mercado, muito embora a empresa não tenha divulgado números de vendas dos produtos equipados com o sistema como, por exemplo, o Nokia Lumia 920. Para ter uma ideia, a Amazon lista o 920 como o smartphone AT&T mais vendido em seu site, superando o Samsung Galaxy Note II, Galaxy S III e o HTC One X.

Além disso, especialistas acreditam que mesmo com o anúncio das 4 milhões de cópias vendidas do Windows 8, ele poderá se tornar um novo Windows Vista devido ao atraso de novos equipamentos e também por sua interface totalmente diferente.

Na última semana, o mundo da tecnologia foi surpreendido com o anúncio da saída de Steven Sinofsky, chefe da divisão Windows e 'pai' do Windows 8, da Microsoft. Ainda não se sabe se sua saída está relacionada a problemas no novo OS.