Procon: Microsoft terá que mudar caixa do Win 8 no Brasil, ou será multada

Por Redação | 18 de Janeiro de 2013 às 13h50
photo_camera PC Authority

A Fundação Procon-SP publicou nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial da União um termo de ajustamento de conduta entre o órgão e a Microsoft, determinando que a empresa norte-americana aplique mudanças na caixa do Windows 8 Pro até o dia 17 de fevereiro. Caso não cumpra a decisão, a Microsoft será multada em cerca de R$ 1 milhão.

O objetivo da determinação é deixar claro ao consumidor que a versão do Windows 8 Pro vendida no país se trata de uma atualização para o software e não o pacote completo do programa. A versão, comercializada no país por valores entre R$ 29 e R$ 269, exige que o computador já rode alguma versão do Windows (XP, Vista ou Windows 7), para que seja realizada a atualização - ainda não está disponível a versão completa do software, que pode ser instalada em PCs que ainda não rodam o Windows.

Com base na determinação, a empresa de Redmond, Estados Unidos, deverá deixar essa explicação clara e disponível para todos os consumidores na parte de trás da caixa. Na parte da frente e nas laterais, a Microsoft também deverá informar que o programa se trata de uma atualização.

Windows 8 Pro caixa

Reprodução: PC Authority

Em outubro de 2012, a Fundação de Proteção de Defesa do Consumidor do Estado de São Paulo afirmou que iria notificar a Microsoft sobre a falta da informação em sua caixa. O Procon acredita que como houve um acordo entre as partes, a empresa deverá cumprir com a determinação no prazo estipulado.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.