Pesquisa: Windows 7 é o sistema operacional mais popular, mas XP ainda cresce

Por Redação | 04 de Março de 2015 às 08h03
photo_camera Divulgação

Anunciado há alguns meses como uma das maiores promessas no mercado de sistemas operacionais, o Windows 10 tem sido divulgado como a plataforma mais funcional já feita pela Microsoft. Contudo, o software terá um longo caminho pela frente, uma vez que versões mais antigas do sistema da empresa ainda são as mais populares entre os usuários.

Este é o resultado de um levantamento feito pelas firmas StatCounter e NetMarketShare. De acordo com as companhias, o Windows 7 é a versão mais usada pelos consumidores, com 55,99% da preferência e mais do que todos os usuários de XP, Windows 8 e 8.1 combinados. A versão 8.1 do sistema tem margem de participação entre 10,49% e 14,78%, segundo dados das duas consultorias.

O que mais chama atenção no estudo é um crescimento acentuado do Windows XP. A StatCounter diz que o número de utilizadores da plataforma cresceu 12,2% em janeiro deste ano, enquanto a NetMarketShare afirma que os números cresceram 19,15%. As informações são do site The Register.

É importante lembrar que a Microsoft encerrou oficialmente o suporte e as atualizações do Windows XP, que tem atualmente 13 anos de idade, em abril do ano passado, o que significa que donos de PCs equipados com o software não recebem mais updates de segurança desde a data. O suporte à plataforma, como produtos de terceiros voltados para a segurança do sistema e o software antivírus Microsoft Security Essentials, continua até 2015.

Além das máquinas ficarem ultrapassadas quando comparadas a equipamentos mais recentes, elas ficam totalmente vulneráveis a ataques de crackers e terceiros. O problema é ainda mais grave porque computadores com XP se infectam três vezes mais que os PCs com Vista ou Windows 7 e dez vezes mais que os que usam o Windows 8. Isso se deve aos mecanismos de proteção ultrapassados do Windows XP e pela falta de atualização, pois os cibercriminosos costumam utilizar vulnerabilidades mais conhecidas e que ainda não se encontram nos equipamentos com a plataforma.

Com tanta gente usando o XP, a Microsoft tem a difícil tarefa de fazer com que esses usuários migrem para o Windows 10. Para tal, a companhia vai lançar o sistema como um upgrade gratuito que vai impactar diretamente cerca de 1,5 bilhão de usuários de Windows em PCs, sendo que, dessa quantidade, 650 milhões são de Windows 7. A mudança também irá atingir donos de smartphones com Windows 8 ou Windows 8.1, que também vão receber a nova plataforma.

Essa gratuidade irá durar por apenas um ano a partir do lançamento do Windows 10, com updates garantidos durante a "vida útil" do sistema. Poderão baixar o sistema gratuitamente aqueles que possuem um PC com Windows 7 ou Windows 8.1. Você pode conhecer mais detalhes do novo Windows 10 neste link.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.