5 recursos do Windows 10 que vão deixar usuários da Apple com inveja

Por Redação | 29 de Julho de 2015 às 15h31

Finalmente chegou o tão esperado dia do lançamento oficial do Windows 10. A Microsoft está otimista e grande parte dos usuários do sistema operacional da empresa está empolgada com a chegada da nova versão do SO.

Um momento tão importante para a história do Windows não poderia deixar de ser observado pelos concorrentes (e por seus fãs), mas será que as novidades do Windows 10 são tão grandes a ponto de fazer inveja para os usuários da Apple?

Fato é que a Microsoft equipou o sistema com um novo lote de recursos – alguns chegaram com atraso, mas outros são verdadeiramente inovadores. Confira algumas características a que usuários do Windows 10 terão acesso e que não estão disponíveis para consumidores de computadores da Apple:

1. Telas mais inteligentes

Windows 10

O Windows 8 deixou muito a desejar no que diz respeito à usabilidade em diferentes resoluções de tela e hardwares, mas esse problema foi resolvido (e aperfeiçoado) no Windows 10. Computadores, notebooks, tablets ou smartphones: todos receberão uma versão da plataforma especialmente adaptada para aquele tipo de aparelho. Outra novidade é o recurso chamado "Continuum", que adapta o sistema a dispositivos com diferentes formatos como, por exemplo, telas sensíveis ao toque ou aos tradicionais mouse e teclado.

"Essas são opções que não existem no ecossistema da Apple. A Apple tem um design elegante, mas eles não têm diversidade", diz o analista da Forrester, J.P. Gownde.

A Windows Store lista atualmente 80 opções de PCs, notebooks e tablets, enquanto a Apple Store oferece apenas sete opções. Além disso, a Microsoft também decidiu expandir sua participação no varejo e abrir lojas físicas. Isso vai permitir que os compradores sejam melhor orientados para comprar um dispositivo que combine com suas necessidades específicas.

A cidade de São Paulo foi eleita para abrigar a primeira loja da América Latina especializada em vender produtos da empresa, no Shopping Eldorado. O projeto da Microsoft, no entanto, vai bem além: a loja paulistana é a primeira de uma série de 100 lojas que deverão ser abertas em todo o país até o fim de 2016.

2. Editar páginas da web

Windows 10

O Windows 10 também marcou a chegada do novo navegador da empresa, o Microsoft Edge, que permite, entre outras coisas, desenhar com o mouse ou com os dedos em qualquer página da internet. As novas ferramentas do chamado webnote incluem canetas e marcadores digitais que podem ser aplicados diretamente sobre o conteúdo de webpages. Isso quer dizer que você pode circular partes importantes de uma página antes de enviá-la a um amigo, por exemplo, sem a necessidade de programas de edição de imagem.

3. Recurso Snap

Snap Windows 10

O recurso Snap é uma espécie de multitarefa que permite a execução de aplicativos lado a lado; o que pode ser especialmente útil ao comparar dois documentos ou mover arquivos de um lugar para o outro, por exemplo. A novidade é uma espécie de aprimoramento do recuso Snap apresentado no Windows 7.

Enquanto a Apple oferece um sistema multitarefa que deixa muito a desejar, os usuários da Microsoft já desfrutam desse recurso há seis anos. Agora, com a chegada do iOS 9 no final deste ano, usuários de iPads finalmente vão ter um gostinho de usar um recurso multitarefas que facilita a alternância entre as tarefas no dispositivo e permite ao usuário arrastar um app para o lado da tela enquanto interage com um segundo aplicativo.

4. Pesquisa mais ampla

Windows 10

A barra de pesquisa embutida na tela inicial do Windows 10 pode trazer uma visão ampliada do conteúdo armazenado em seu dispositivo, na nuvem e na web – concentrando em um único lugar todas as suas necessidades de busca. Um detalhe interessante é que o sistema de buscas do Windows 10 pode puxar respostas diretamente da web e apresentá-las num menu pop-up, eliminando a necessidade de abrir uma nova janela do navegador.

5. Assistente Virtual

Cortana Windows 10

A Cortana, assistente virtual da Microsoft, pode disputar de igual para igual com a famosa Siri, da Apple, quando o assunto é comando de voz, mas ela pode sair na frente no quesito atendimento personalizado. A empresa de Redmond deu um passo incomum ao mostrar o que os algoritmos de aprendizado de máquina da Cortana podem fazer pelos usuários.

Ela irá avaliar se o usuário tem propensão a determinados tipos de notícias (política, culinária, etc) e disponibilizá-las sem que ele precise pedir. A Microsoft também afirma que a Cortana é customizada para refletir a linguagem local, expressões e padrões de fala de cada país. Porém, este processo leva tempo, o que faz com que a Microsoft adote a estratégia de liberar a sua assistente pessoal lentamente para novos mercados.

Por enquanto, a Cortana estará disponível com o lançamento do Windows 10 nos Estados Unidos, Reino Unido, China, França, Itália, Alemanha e Espanha. Posteriormente, ainda neste ano, será a vez do Japão, Austrália, Canadá e Índia receberem a Cortana de maneira personalizada. Brasil e México deverão receber as suas versões logo em seguida.

Veja também:

Via Time

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.