Participação de mercado do Windows Phone cai para menos de 1%

Por Redação | 23.05.2016 às 09:53

As vendas globais de smartphones aumentaram cerca de 4% no primeiro trimestre deste ano. Apesar do crescimento, algumas fabricantes não conseguiram aproveitar o momento para venderem mais aparelhos. É o caso da Microsoft, que viu suas vendas de smartphones caírem para menos de 1%. De acordo com o relatório de vendas do Gartner, foram vendidos cerca de 2,4 milhões de Windows Phone no último trimestre, cerca de 0,7% do total de smartphones.

O número representa uma diminuição considerável, tendo em vista que, no primeiro trimestre de 2015, o Windows Phone detinha 2,5% da quota de mercado. Acredita-se que as vendas sofreram queda devido à falta de novos aparelhos da linha Lumia. Recentemente, a empresa deu a entender que não continuaria com seu negócio de smartphones, o que explica a falta de novos dispositivos. Segundo a consultoria, a Microsoft vendeu apenas 2,3 milhões de dispositivos Lumia no último trimestre, o que representa uma queda de 73% em relação aos 8,6 milhões de aparelhos vendidos no mesmo período do ano passado.

Com o resultado da forte queda de vendas, as receitas da Microsoft oriundas de smartphones diminuíram 46%. Para tentar reverter isso, rumores indicam que a empresa americana está considerando lançar um smartphone com a marca Surface em 2017. No entanto, talvez isso não seja o suficiente, tendo em vista que o novo Windows 10 Mobile também não está conseguindo impulsionar as vendas de aparelhos da Microsoft.

Uma vez que a gigante de softwares não tem grandes planos para introduzir novos aparelhos este ano, a queda nas vendas deve continuar. Com isso, ela deve dar menos foco a sua divisão mobile e concentrar esforços em aplicativos de produtividade para outros sistemas, como Android e iOS. Atualmente, a Microsoft é responsável por 95% das vendas de aparelhos com Windows Phone. Com este cenário, parece pouco provável que outras fabricantes queiram apostar no SO móvel de Redmond.

Via The Verge