É o fim: Windows 10 Mobile só receberá atualizações de segurança

Por Redação | 09 de Outubro de 2017 às 09h18

Não que a maioria das pessoas já não soubesse disso, mas agora a informação é oficial: a vida do Windows 10 Mobile está se aproximando do fim. As palavras são de Joe Belfiore, vice-presidente do grupo de sistemas operacionais da Microsoft, que anunciou por meio do Twitter que a plataforma não terá mais novas funcionalidades ou recursos, com apenas correções de bugs sendo emitidas daqui em diante.

O anúncio veio em resposta a um usuário, que foi direto e reto: “é hora de abandonar a plataforma Windows Mobile?”, perguntou ele, um turco identificado somente como Aybata. Belfiore não foi categórico no sim, mas disse que os clientes da plataforma devem escolher o que é melhor para cada um – e que ele, pessoalmente, também já mudou de sistema operacional por conta da diversidade de aplicativos e do ecossistema mais rico. O executivo, entretanto, não revelou sua escolha.

Nas postagens sobre o assunto, ele afirmou que muitas companhias ainda utilizam o Windows 10 no ambiente corporativo, e esse é o principal motivo pelo qual as atualizações vão continuar. Com isso, o suporte aos usuários finais também permanecerá por um tempo indeterminado, que não foi revelado por Belfiore.

Ele também falou nos motivos que levaram a Microsoft à situação atual – também, aqui, nenhuma surpresa. Quando questionado por outro usuário, identificado no Twitter como Jadson Santos, sobre a ausência de desenvolvedores na plataforma, Belfiore disse que foram feitas inúmeras tentativas de incentivar a comunidade, mas o baixo market share do Windows 10 Mobile não ajudou.

Segundo o executivo, alguns desenvolvedores chegaram a receber dinheiro, outros tiveram suporte especializado da Microsoft para portarem suas soluções para a plataforma. No fim das contas, entretanto, a quantidade de utilizadores era baixa demais, o que fazia com que esse investimento não valesse a pena.

Ainda respondendo a questionamentos, Belfiore afirmou que a troca de ecossistemas pelos usuários é uma realidade e não configura um problema a ser enfrentado pela companhia. Segundo ele, como não poderia deixar de ser, a maioria dos clientes de sistemas como Windows 10, no PC, ou Xbox One, no mundo dos games, também possui um celular com Android e iOS.

É justamente por isso que a Microsoft vem investindo cada vez mais em soluções para essas plataformas, como a Cortana, assistente de voz que também está disponível nos smartphones rivais, ou o vindouro navegador Edge, que está sendo desenvolvido e também deve dar as caras em breve no Android. O executivo dá a entender que, cada vez mais, esse será o caminho seguido pela Microsoft no mundo móvel.

Com as palavras de Belfiore, caem por terra os rumores de que a Microsoft estaria trabalhando no lançamento de um novo celular, o mítico Surface Phone. Outros, mais fantasiosos, também deixam de existir, como aquele que indicava um desenvolvimento todo novo de uma plataforma mobile pela empresa. A informação oficial é de que o fim, efetivamente, chegou, e, com a queda cada vez maior no número de usuários por conta das notícias, não deve demorar muito para que mesmo os updates relacionados a bugs e correções deixem de chegar.

Fonte: Joe Belfiore (Twitter)

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.